Notícias, Outros Dispositivos, iPad, iPhone/iPod Touch

Yamaha Reface: nova linha de teclados portáteis baseados em instrumentos clássicos

Marcus Padrini julho 7, 2015 No Comments »

Foram dias de especulações. Hoje, finalmente, a Yamaha apresentou sua nova linha de teclados portáteis, chamada Reface. Como o nome sugere, são instrumentos baseados em clássicos da empresa, mas que pretendem oferecer mobilidade e alguns novos recursos. A inspiração veio dos consagrados sintetizadores CS80 e DX7, dos órgãos da linha YC e dos pianos CP.

Clássicos da Yamaha inspiraram a nova linha Reface

Todos os instrumentos Reface são teclados portáteis que trazem 37 mini teclas (3 oitavas) e controles específicos de cada modelo, funcionam a pilha por até 5 horas, trazem MIDI USB e por cabo breakout (vem com o teclado), possuem falantes embutidos, saídas P10 e entrada auxiliar de áudio P2 estéreo. Eles também funcionam como controladores MIDI. Todos os controles do painel enviam mensagens MIDI CC.

Vamos falar brevemente sobre cada modelo.

Reface CS

O Reface CS é um sintetizador digital, de modelagem analógica, com 8 vozes de polifonia, que usa a tecnologia AN da Yamaha.  São 5 formas de onda no oscilador, controles no painel e efeitos embutidos. Há também uma espécie de looper, que permite gravar frases MIDI, incluindo a opção para overdub.



Reface DX

Único da série a apresentar a possibilidade de salvar presets sem auxílio de aplicativos ou recursos externos, o Reface DX é um sintetizador FM de 4 operadores. Pensando em facilitar a programação dos sons, o synth conta com interface multitouch para a edição de parâmetros e um display que promete tornar a edição mais intuitiva. O Reface DX também conta com o looper citado no CS.



Reface YC

São 5 modelos de órgãos, drawbars e demais controles no painel. A ideia é oferecer a melhor experiência possível de um órgão em um teclado portátil.



Reface CP

São 6 tipos de timbres, entre eles pianos elétricos, clavinet e toy piano. Há efeitos interessantes para conseguir sonoridades bem diferentes e todos os controles estão no painel pata fácil acesso.

Presets com iPad e iPhone

Com a exceção do Reface DX, os demais não possuem função para salvar os sons do usuário. Para superar essa limitação, a Yamaha irá lançar um aplicativo para iOS capaz de gravar os presets e carregá-los quando o usuário desejar. Isso poderá ocorrer via MIDI USB ou MIDI tradicional.

Rede social de timbres

Além do aplicativo para iOS, também será possível armazenar e compartilhar seus timbres criados em uma rede social da Yamaha. A transferência e edição irão ocorrer diretamente no site, sem a necessidade de instalação de drivers ou configurações, utilizando a nova solução de MIDI nativa do Google Chrome.

A linha Reface estará nas lojas a partir de setembro. Cada instrumento deverá custar algo em torno de 500 dólares (cerca de 1600 reais, sem considerar impostos de importação).


Posts Relacionados

Leave A Response


4 × = vinte