Guias e Tutoriais, Matérias, Notícias, Produção Musical, iPad

iPad no palco: tocando efeitos sonoros em tempo real com o tablet

Marcus Padrini março 31, 2014 5 Comments »

Dogma no Palácio das Artes

Já faz um bom tempo que levo o iPad para os palcos. Ainda em 2010, postei este vídeo por aqui, registrando meu primeiro solo com o MorphWiz em um show da banda Dogma. De uns tempos para cá, decidi explorar outro lado da música no iPad, o da criação de loops e efeitos sonoros. Gostei da ideia de poder tocar e mixar estes efeitos ao vivo, usando só o tablet. Gostei mais ainda de considerar a hipótese de criar todos estes efeitos e loops usando somente o iPad!

Há dois meses, fiquei sabendo de um show bem legal que faríamos em Belo Horizonte, no grande teatro Palácio das Artes, o maior complexo cultural de Minas Gerais. A ocasião era ainda mais nobre: abrir o show do Allan Parsons Live Project, banda do famoso músico e produtor musical, com currículo de sucessos e participações nas equipes técnicas das gravações de Beatles e Pink Floyd.

Uma de nossas músicas estava precisando de uma intro diferente. Alguns efeitos sonoros, talvez algumas vozes… Então, decidi encarar o desafio de fazer tudo com o iPad. E não queria disparar uma sequência no palco. Queria tocar cada som e mixá-los ao vivo. Como músico, geralmente não me agrada muito a ideia de coisas pré-gravadas.

O esboço da ideia: as vozes

Na minha cabeça, imaginava algo com vozes e efeitos sonoros dinâmicos no fundo. Para as vozes, pensei em algo aleatório e sem nenhuma relação com o nome ou contexto da música. Como a ideia era utilizar o iPad, no meu mac, rodando o iTunes, fiz uma pesquisa e selecionei mais de 40 rádios internacionais, de países e idiomas pouco óbvios.

Minha diversão foi ouvir estas rádios sem entender absolutamente e esperar por bons momentos de locução sem nenhum ruído ou música de fundo. Usando a GuitarJack 2, liguei a saída de áudio do mac ao iPad e usei o AudioShare para gravar diversas vozes, masculinas e femininas. No próprio AudioShare fiz os cortes e ajustes necessários em cada gravação, além de selecionar as melhores.

AudioShare - audio document manager (AppStore Link) AudioShare – audio document manager
Desenvolvedor: jonatan liljedahl
Preço: USD 3.99
Baixar na App Store!

Os sons de fundo

Seria simples sair baixando efeitos sonoros gratuitos da internet, mas também seria nada original. Então, o legal era criar algo do zero para os efeitos sonoros de fundo. As ferramentas escolhidas foram: meu Minibrute e os apps iDensity e Sliver.

iDensity (AppStore Link) iDensity
Desenvolvedor: Alessandro Petrolati
Preço: USD 8.99
Baixar na App Store!

Sliver (AppStore Link) Sliver
Desenvolvedor: Alexander Matheu
Preço: USD 5.99
Baixar na App Store!

Com o AudioShare, gravei vários sons do Minibrute. Depois, usei o Sliver para criar loops e fazer uma sequência única a partir da minha gravação. Descrevi este processo detalhadamente neste post.

No iDensity, usei um dos samples do App, ajustando parâmetros diversos, para criar um timbre mais metálico e percussivo. Coloquei esta mesma gravação no Sliver e criei um efeito ainda mais marcante, com bastante ataque. Mostro quase tudo isto no vídeo acima.

Novation Launchpad para iPad

Era a hora de escolher qual seria a ferramenta para tocar esses sons ao vivo. Quando vi que o Launchpad havia recebido atualização para usar o AudioCopy para a importação de samples, não tive dúvida. Era o app certo para o trabalho.

Novation Launchpad (AppStore Link) Novation Launchpad
Desenvolvedor: Focusrite Audio Engineering Ltd.
Preço: Free
Baixar na App Store!

Conforme mostra o vídeo abaixo, criei um novo projeto do Launchpad usando apenas os meus samples. Vozes como efeitos sonoros que só tocam uma vez, sons de fundo como loops.

Para praticar a introdução, pude inserir também a própria música que tocaríamos no show, usando uma demo gravada em ensaio. E assim, defini como seria esta intro tocada em tempo real. Abaixo, uma amostra na tela do Launchpad.

No palco

Como já disse outras vezes por aqui, atualmente utilizo basicamente instrumentos virtuais em situações ao vivo. Faço isto há anos e não há nada mais versátil até o momento. Aproveitando a interface que uso, uma Edirol UA-25EX, liguei a saída de áudio do iPad às duas entradas da interface, usando um cabo P2 estéreo x 2 P10 mono.

iPad no modo avião, com o não perturbe ativado, todos os apps fechados, menos o Launchpad, e lá vamos nós! Confira como tudo soou no teatro, desta vez com a banda tocando de verdade, no lugar da faixa demo.

Na minha opinião, solução mais do que aprovada. Me deu liberdade e precisão para ajustar volumes e entradas de efeito em tempo real e funcionou sem nenhuma dificuldade.

Mais uma experiência bem sucedida do iPad no palco!


Posts Relacionados

5 Comments

  1. mario_junior abril 15, 2014 at 12:15 pm - Reply

    A introdução ficou show de bola!

  2. Filipe maio 11, 2014 at 11:44 am - Reply

    Parabens Marcos !! show de bola !

  3. Cesar Roldão maio 20, 2014 at 9:36 pm - Reply

    Oi Marcus, porque o Audio Share aparece com um carimbo 'REMOVED'?
    A propósito, acompanhei o seu webinar na Quanta, bacana a iniciativa. Espero que venham outras.

    • musicapps maio 21, 2014 at 9:05 pm - Reply

      Cesar, tudo bem? A imagem que você viu deve ter sido tirada da loja em um momento em que ele passava por atualização ou algo do gênero. Já está atualizada. Os ícones exibidos são retirados da própria App Store, dinamicamente.

Leave A Response