iRig PRO: gravação de áudio digital e MIDI em interface compacta para iPad, iPhone e Mac (Review)

Há um bom tempo, a gravação de áudio com qualidade e a versatilidade do MIDI fazem uma parceria fundamental na produção musical. Na hora de fazer música com iPads e iPhones não seria diferente. A IK Multimedia lançou a iRig PRO, uma interface ainda mais completa, compatível com iPad, iPhone e Mac, capaz de realizar a gravação de áudio de instrumentos, microfones e permitir a conexão de equipamentos MIDI. Tudo isto com qualidade digital e em um acessório que cabe no bolso.

Achei muito legal a ideia de ter um dispositivo tão pequeno capaz de permitir a gravação de vários instrumentos, como guitarra, violão, baixo, microfones condensadores e ainda possibilitar a ligação de controladores e outros equipamentos MIDI. Então, experimentei a iRig PRO (enviada pela Quanta Store) durante as últimas semanas e conto agora minhas impressões sobre esta pequena e versátil interface.

O que há na caixa?

Além da própria iRig PRO, encontramos manual de instrução, CD com software para o Mac, impressos da IK Multimedia e quatro cabos, um para cada tipo de dispositivo que pode ser conectado à iRig PRO: conexão USB para Macs, conexão 30 pinos (dock) para dispositivos iOS mais antigos, conexão lightning para os iPhones/iPads/iPods Touch mais atuais e o cabo MIDI, semelhante ao que acompanha a iRig MIDI.

Há também um par de pilhas que será responsável pelo fornecimento do phantom power.

Um breve unboxing:

Construção e características

A iRig PRO é construída em plástico resistente e apresenta acabamento emborrachado. É extremamente compacta, tendo apenas 10,5 cm de comprimento e pesando apenas 40 gramas. Cabe facilmente no bolso, em qualquer espaço na mochila ou case de instrumento.

Na parte inferior temos a conexão para instrumentos e microfones. O plug é um combo XLR/P10. A IK informa sobre a alta qualidade do conversor AD de 24 bits e de seu pré-amplificador, com ganho de até 47dB. A interface poderá ser utilizada para gravar uma série de instrumentos: violão, guitarra, baixo, sintetizadores, microfones dinâmicos e condensadores, etc.

Na parte superior está a conexão para os cabos que fazem a ligação com iPad, iPhone e Mac.

A chave para acionamento do phantom power (alimentação para microfones condensadores) está na lateral direita.

A conexão do cabo MIDI está na lateral esquerda e é semelhante a uma porta P2.

No painel temos um botão giratório, que regula o ganho dos instrumentos na entrada, e dois leds indicadores de ganho, funcionamento e ativação do phantom power. As pilhas são colocadas em um compartimento na parte traseira da iRig PRO.

A iRig PRO, assim como outras interfaces compactas, não apresenta porta de saída para áudio. Desta forma, a saída de áudio a ser utilizada continuará sendo a do dispositivo em questão: porta de fones de iPads, iPhones e Macs.

Compatibilidade

Assim como a iRig HD, a iRig PRO é compatível com iPad, iPhone, iPod Touch e computadores Mac. Um grande acerto da IK Multimedia é fornecer todos os cabos necessários com o produto, o que facilita bastante a vida do usuário.

A iRig PRO é compatível com iPhone 5, iPhone 4S, iPhone 4, iPod touch (5ª e 4ª gerações), iPad Air, iPads Mini Retina, 4ª geração do iPad, iPad 3ª geração, iPad 2, iPad e iPad mini. No Mac o SO deve ser a versão OS X 10.5 ou posterior.

Quanto à compatibilidade com aplicativos, a iRig PRO funciona bem com todos os apps musicais para iOS e Mac. Não encontrei nenhuma dificuldade e quase nenhuma configuração é necessária para uso.

iRig PRO x iRig HD

É importante explicar as semelhanças e as diferenças entre os dois modelos. A iRig HD (leia o review do MusicApps) é uma interface de áudio com qualidade digital, ideal para a gravação de instrumentos como guitarras, violões e baixo, além de outros com nível de linha, como sintetizadores. Porém, não é o modelo adequado para a gravar microfones e não apresenta conexão MIDI.

A iRig PRO oferece a mesma qualidade para a gravação de instrumentos da iRig HD e também conta com MIDI IN e a conexão XLR para gravar microfones de estúdio. Áudio e MIDI podem ser utilizados ao mesmo tempo, sem problema algum.

Nossos testes

Já passou o tempo em que MIDI era algo que só tecladistas conheciam e usavam. Hoje, bateristas, guitarristas, baixistas e outros músicos podem  aproveitar as mais diversas funcionalidades desta tecnologia. Então, realizei diferentes testes da iRig PRO, tentando sempre combinar esta utilização de áudio e MIDI.

Usando o bom e velho GarageBand para iPad, criei um projeto e adicionei um loop de bateria. Depois, usei a conexão MIDI IN da iRig PRO para conectar o meu piano digital Yamaha P95 ao iPad. Desta forma, gravei acordes como notas MIDI tocadas pelo Piano do GarageBand. Gostei dos acordes, mas não da sonoridade. Criei uma nova pista MIDI com o órgão  Hammond do GB, copiei e colei as notas MIDI que havia gravado antes e achei bem melhor o resultado. É a versatilidade do MIDI.

Para gravar o baixo, usei meu sintetizador analógico Moog Slim Phatty conectado à entrada de áudio P10 da iRig PRO. Regulei o ganho e fiz a gravação. Áudio sem nenhum ruído e ganho extremamente satisfatório. Fiz um processo idêntico para gravar a melodia com um Lead do sintetizador analógico Arturia Minibrute (leia o review).

Por fim, queria acrescentar um violão. Conectei um microfone condensador Samson à iRig PRO, usando um cabo XRL, e ativei o phantom power. Mais uma vez o ganho foi ótimo e o áudio foi registrado de forma limpa.

Abaixo o resultado final, sem nenhuma edição além de pan, volume de instrumentos e delay no lead do Minibrute. Também coloquei as faixas separadas dos instrumentos que foram gravados.

Outro teste legal foi realizado em uma situação ao vivo. Levei o iPad e a iRig PRO até a casa do meu irmão, que é baterista, para que ele gravasse a bateria em uma música que eu estava fazendo.

Tudo foi registrado com a bateria eletrônica enviando notas MIDI para o iPad no BeatMaker 2 e pude tocar e improvisar com ele, ao vivo, ligando um sintetizador analógico na entrada de áudio da iRig PRO.

MusicApps sobre a iRig PRO:

Construção e Durabilidade [Rating:4/5]
Facilidade de utilização: [Rating:5/5]
Portabilidade: [Rating:4.5/5]
Compatibilidade: [Rating:4/5]
Profissional: [Rating:4/5]
Preço: [Rating:4/5]
Geral: [Rating:4.2/5]

Disponibilidade

A interface iRig PRO para iPhone, iPad e Mac nos foi enviada para review pela Quanta Store e pode ser adquirida online neste link.

Conclusão e considerações finais

A iRig PRO é a opção mais compacta já lançada a oferecer gravação de áudio digital e conexão MIDI. Seu conversor AD e o pré-amplificador garantem a versatilidade na hora de gravar instrumentos e microfones com os mais variados ganhos, sempre mantendo a qualidade do áudio capturado.

Como já disse em outros reviews, gostaria de ver nestas interfaces compactas uma saída de áudio, nem que fosse P2 estéreo para fone de ouvido, já que saídas P10 com certeza inviabilizariam o tamanho compacto do acessório.

Ser compatível com vários modelos de dispositivos iOS e Mac, chegar com todos os cabos necessários e ser extremamente simples de usar são vantagens que tornam a iRig PRO uma ótima opção para quem quer gravar com qualidade digital, contar com conectividade MIDI, mas não deseja abrir mão da mobilidade.

Curta e compartilhe!