Mac, Notícias, iPad, iPhone/iPod Touch

GarageBand: conheça e entenda as novidades das versões para Mac e iPad/iPhone

Marcus Padrini novembro 4, 2013 25 Comments »

No evento de lançamento dos novos modelos de iPad e do Mac OS X Mavericks, a Apple também anunciou a chegada das novas versões do GarageBand para Mac e iOS. Confira as novidades do GarageBand para Mac, iPhone e iPad neste post.

GarageBand no iPhone e iPad

Finalmente o GarageBand para iOS passa a trabalhar com o recurso Inter-App Audio, capaz de gravar o áudio vindo de outros apps compatíveis, semelhante ao que já acontecia com o Audiobus. Desta maneira, é possível não só contar com timbres de outros apps em seus projetos do GB como também usar outros apps para criar instrumentos personalizados com o sampler.

Após selecionar o aplicativo Inter-App Audio que você deseja gravar, basta utilizar a barra de comandos do GB no app selecionado e tocar. Vale observar que esta barra pode variar em localização e formato em cada app, uma vez que não há um padrão estabelecido.

Barra do GarageBand no sintetizador NLog

Apps de efeito compatíveis com inter-app audio também podem ser usados sem problema algum.

Agora o GarageBand também oferece mais trilhas. São 16 para a maioria dos iPads e iPhones de 32 bits e até 32 trilhas para os modelos de 64 bits, como o iPhone 5S e o iPad Air.

O novo GarageBand para iOS passou a ser gratuito. Porém, o usuário que desejar ter todos os instrumentos virtuais do app terá que pagar o preço anterior do GB, cerca de 5 dólares. Não encontrei novos timbres ou instrumentos na nova versão.

GarageBand (AppStore Link) GarageBand
Desenvolvedor: Apple Inc.
Preço: Free
Baixar na App Store!

-

GarageBand no Mac

Já no Mac OS X Mavericks, o GarageBand traz uma novidade bastante elogiada no Logic Pro X, o Drummer, um baterista virtual capaz de tocar em suas faixas fazendo variações rítmicas e de dinâmica, conforme o gosto do usuário.

O GB para Mac chega com um único Drummer, mas outros estarão à disposição para aqueles que comprarem o pacote de expansão de loops e instrumentos do software.

Usar o Drummer é muito fácil. Basta adicionar uma faixa Drummer ao seu projeto e configurar a complexidade e a dinâmica da bateria. O funcionamento é bastante parecido com o Smart Drums do iPad, porém contando com timbres de melhor qualidade e mais kits de bateria.

Considero o recurso excelente para os músicos que não querem ficar programando a bateria no Piano Roll ou gravando o ritmo nas teclas do controlador.

Outra novidade legal é poder contar com o Logic Remote do iPad para comandar o GarageBand. O app oferece diferentes interfaces para comandar sem fios o mixer e os controles dos instrumentos virtuais do GB. A latência é extremamente baixa e ainda há uma série de teclas de atalho que facilitam a edição do projeto à distância.

O lado negativo até o momento é o alto número de reclamações de usuários sobre bugs e incompatibilidades do novo GaageBand para o Mac. Por aqui, ainda não consegui gerar som no órgão hammond virtual. Vários de meus instrumentos virtuais de outras empresas também parecem estar sofrendo com o novo software ou em virtude da compatibilidade com o novo SO.

O GarageBand para Mac também é gratuito. O pacote de expansão com novos instrumentos e loops custa 5 dólares e libera os demais Drummers.

GarageBand (AppStore Link) GarageBand
Desenvolvedor: Apple Inc.
Preço: Free
Baixar na App Store!

Logic Remote (AppStore Link) Logic Remote
Desenvolvedor: Apple Inc.
Preço: Free
Baixar na App Store!


Posts Relacionados

25 Comments

  1. mario_junior novembro 4, 2013 at 8:58 pm - Reply

    Eu tenho uma dúvida em relação ao garageband. Eu gravei uma pista aqui com a guitarra, sendo isso a base. Depois eu coloquei pra tocar, pra testar uns solos aqui, mas quando eu mudo o efeito da guitarra, o que eu gravei também é alterado.

    Nisso, eu queria saber como é que faço, pra não alterar o efeito do que eu gravei, quando eu selecionar outro efeito?

    • musicapps novembro 5, 2013 at 12:57 am - Reply

      Vc está adicionando uma nova pista para testar o seu solo? O ideal é gravar a base, ajustá-la como quiser. Depois, criar uma nova pista para o solo e fazer as alterações e testes nela. Desta forma, a pista original da base deverá soar sempre da mesma maneira.

      • mario_junior novembro 5, 2013 at 7:16 pm - Reply

        Não, eu estava fazendo da seguinte maneira:

        Gravava a pista com a base, e depois deixa ela tocando, e ía fazer o solo, mas sem gravar nada. Nisso quando eu mexia nos efeitos da guitarra, o que estava tocando também era alterado.

        Brigadão pela dica. Vou testar aqui! =D

  2. junior barros novembro 5, 2013 at 4:13 pm - Reply

    Marcus, gostaria de saber se essa nova versão do GB tem módulos de masterização. Sempre que converto um arquivo a MP3, a música perde muita qualidade.

    • musicapps novembro 6, 2013 at 11:13 am - Reply

      Junior, se estiver se referindo à versão para Mac, além de alguns recursos básicos no master, como compressores e equalizador, o GB oferece a possibilidade de exportação em 24 bits sem compactação, eliminando as perdas geradas por um mp3, por exemplo.

  3. Déborah novembro 15, 2013 at 8:18 pm - Reply

    como faço para esportar as gravaçoes que faço no GB?

  4. Alessandro dezembro 12, 2013 at 12:34 pm - Reply

    Marcus, eu não estou conseguindo configurar meu Line 6 Sonic Port, com o Garageband, no ipad. Não aparece no Garageband (Inter APP Audio) ícone do SonicPort, porém aparece o Amplitube… Como diria o Datena "Me ajuda aí!". Abraço.
    Ps. já faço parte da comunidade no face.

    • musicapps dezembro 12, 2013 at 5:48 pm - Reply

      Alessandro, ele deverá aparecer no gravador de áudio do iPad, não no Inter-App Audio. É uma interface de áudio normal USB, deverá ser identificada igualmente por qualquer app.

      • Alessandro dezembro 12, 2013 at 10:39 pm - Reply

        Como assim o gravador de audio do ipad? Veja o Sonic Port, funciona normalmente, mas não consigo encontrar ele quando estou no Garageband. Eu quero usá-lo ao invés do Amplitube que aparece lá no inter app Audio. Será que me fiz entender? Desculpe mas sou iniciante, obrigado;

        • musicapps dezembro 13, 2013 at 8:46 am - Reply

          No GarageBand você sempre pode escolher o instrumento que deseja tocar. Por lá temos instrumentos de tecla, smart instruments, bateria, etc. Nesta lista há também o gravador de som e o inter-app audio. O Audio Recorder (com a figura de um microfone) é o que você deve selecionar. Se a Sonic Port estiver conectada ao iPad, basta ativar a monitoração clicando no ícone de cabo de instrumento, logo abaixo do Menu Minhas Músicas.

          O Inter-App Audio é uma outra coisa. Servirá para gravar o som de outros apps iOS no GarageBand.

          Se não tiver ficado claro, faça sua pergunta em nosso grupo no Facebook e por lá poderemos ilustrar com fotos. Abs!

  5. Marcelo dos Santos dezembro 30, 2013 at 9:50 pm - Reply

    Tenho a versão 2.0 no iOS 7 no iPad e a versão 11' – 6.0.5 no Mavericks 10.9.1. Quando vou abrir o que gravei no iPad no Mac recebo o aviso de que a versão do Mac é desatualizada para aquele arquivo. Mas não encontro atualização!! Há realmente problemas de compatibilidade das versões entre Mac OS X e iOS 7?? Obrigado!

    • musicapps janeiro 1, 2014 at 8:27 pm - Reply

      A versão que tenho instalada no Mac é o GarageBand 10. Tente buscá-lo na App Store e baixar a mais recente. Esta versão 6 parece ser bem antiga.

      • Marcelo dos Santos janeiro 2, 2014 at 10:53 am - Reply

        Obrigado Marcus, baixei e instalei a versão 10 e funcionou. Creio que o fato do pacote ser versão 11 (e isso aparece antes do 6.0.5) me confundiu com a versão do GB.
        Outra coisa: O que provoca, ou como se desabilita a otimização de desempenho constante? Tem acontecido com muita frequência interrompendo meu trabalho (balde de água fria!!) por severos minutos! Abraço!

  6. felipe fevereiro 20, 2014 at 11:05 am - Reply

    cara gostaria muito de ter o garageband e um ipad mais infelizmente nao tenho cartao de credito ainda e gostaria de saber se tem como comprar o garageband sem ter cartao!( vc nao tem um ipad ai ja com o garageband p vender nao??)rsr pago a vista!!!!

  7. Alysson junho 4, 2014 at 5:07 pm - Reply

    Olá Marcus Padrini, parabéns pelo seu site! Muito rico em conteúdo. Gostaria de saber se é possível usar os smarts do GB do iPad para gravar trilhas no GB do Mac.
    Tenho uma gravação no Mac com voz, violões e contrabaixo e gostaria de colocar uma bateria utilizando o GB do iPad.
    Obrigado!

  8. Diego julho 23, 2014 at 12:28 pm - Reply

    Opa Marcus, tudo tranquilo? Cara, to com o garageband 10 pro Mac, mas to com um problema de latência enorme (uso o iRig HD), quando vou gravar faixas utilizando instrumentos reais (guitarra, baixo). Para a gravação de uma única trilha nem dá tanto problema, mas se eu for gravar mais de uma fica impossível. Já dei uma pesquisada na net sobre esse problema e não consegui resolver. Tu sabe alguma dica?
    Abraço

    • musicapps julho 25, 2014 at 1:56 pm - Reply

      Diego, com um mac mais antigo tive extamente este problema, não só com o GB, mas com o Logic e diversos outros. Isto começou quando instalei as versões mais recentes do OSX. Fiz um post no meu blog pessoal falando do assunto. Só após voltar algumas versões do sistema operacional consegui usar com baixa latência novamente. https://marcuspadrini.wordpress.com/2014/06/02/re...

  9. Vitor setembro 18, 2014 at 10:28 am - Reply

    Oi, talvez alguem ai possa me ajudar.Meu Garage Band do mac é da versão 2009. Como eu faço pra conseguir versões posteriores?

    • musicapps setembro 20, 2014 at 11:38 am - Reply

      Através da Mac App Store. Você provavelmente terá que adquirir a verão mais nova.

  10. João outubro 3, 2014 at 7:52 pm - Reply

    Não estou conseguindo usar meu controlador Arturia nesta nova vers˜åo nem o banco de efeitos dele, e o pior, as faixas que foram gravadas com o sintetizador arturia na versão anterior simplesmente não aparecem na nova. Tem como reverter a versão do Garage Band?

    Obrigado.

  11. Douglas julho 12, 2015 at 1:24 pm - Reply

    Olá Marcus, tudo bom?
    Estou com uma dúvida cruel no GB, sou um usuário principiante tanto no mac quanto no GB e tenho uma dúvida referente a latência, isto é, tenho um Apple 2.7Ghz Intel corei5 – Memoria 8gb 1600 MHz DDR3, sendo assim sei que o problema não está relacionado ao hardwere, pois comprei realmente com a intenção de utilizar na música. Estou com uma certa latencia na hora da gravaçäo. Será que é alguma configuracão que estou esquecendo de ajustar?

    • musicapps julho 13, 2015 at 3:05 am - Reply

      Vc está usando alguma interface de áudio ou o som do próprio mac? O que vc está gravando? áudio ou instrumentos virtuais? Abs

  12. Douglas julho 13, 2015 at 2:53 pm - Reply

    Então Marcus, acabei esquecendo de mencionar os periféricos adicionais. Eu utilizo uma interface Roland QUAD-CAPTURE ANALOG 2×2 DIGITAL / USB 2.0 /4in/4out / 24bit 192khz, Utilizo também um microfone behringer b1. Então tanto de instrumentos quanto de voz está com essa latência, utilizo um violão e a voz.

    • musicapps julho 13, 2015 at 4:27 pm - Reply

      Tente verificar no manual da sua interface como ajustar o tamanho do buffer de áudio no mac. Aparentemente, você está trabalhando com um buffer maior, gerando a latência. Recomendo trabalhar em 128 ou 256. Abs!

Leave A Response


× 4 = doze