Patchfield: conheça o JACK ou Audiobus dos apps musicais para Android

Desde o início do MusicApps venho fazendo a cobertura do desenvolvimento da música móvel também no Android. A baixa frequência de posts sobre o SO do Google, porém, mostra que a coisa não evoluiu muito por lá nos últimos 3 anos. A realidade de se fazer música no Android sofre com a carência de apps e altas taxas de latência.

Porém, diferentemente das outras vezes em que postei algo aqui como sendo “a novidade que poderia mudar o cenário dos apps musicais no Android”, desta vez a notícia chega diretamente do Google e é bastante animadora.

Peter Brinkmann, engenheiro da equipe de infra-estrutura de voz do Google, parece estar realmente determinado em transformar o Android em uma plataforma viável para se fazer música. Ele apresentou, nos últimos dias, o Patchfield, uma nova biblioteca open-source de áudio para o Android.

Basicamente, o Patchfiled facilita bastante a manipulação do áudio de apps da plataforma e fontes de áudio dos dispositivos (microfone e auto-falante), simplificando o trabalho de desenvolvedores de apps musicais, além de promover funcionalidade semelhante à oferecida pelo Audiobus e JACK no iOS, possibilitando conexões de áudio entre aplicativos. Um exemplo: o áudio de um app sintetizador pode ser modificado por um app processador de efeito e então registrado por um app gravador.

No vídeo abaixo (em inglês), Brinkmann exemplifica e detalha as aplicações e a implementação do Patchfield para Android.

O Patchfield foi inspirado no JACK, já disponível para o iOS, e aposta em algo que já temos visto ocorrer nos apps musicais para iPhone e iPad: o desenvolvimento de aplicativos específicos para determinadas finalidades, como o processadores de efeitos, gravação e sintetizadores.

Nenhuma informação sobre a melhoria da latência em dispositivos atuais foi divulgada. Porém, o Patchfield já está disponível para os desenvolvedores Android e, segundo Brinkmann, já é capaz de funcionar em muitos dispositivos que estão no mercado, como os modelos Nexus 7 e 10.

Vale lembrar que o desenvolvimento de apps musicais para o Android não está abandonado. Há alguns meses tivemos o lançamento do FL Studio para Android e, no mês de julho, os desenvolvedores do ótimo app Caustic, anunciaram que trabalham em um sintetizador modular para o Android.

*Via Discchord
Curta e compartilhe!