Matérias, Notícias, Reviews, Reviews de Apps, iPad

PPG WaveMapper: detalhes do ótimo sintetizador para iPad no review de Fabio Ribeiro

Marcus Padrini fevereiro 20, 2013 2 Comments »
* por Fabio Ribeiro


Wolfgang Palm e PPG são nomes muito conhecidos no universo dos sintetizadores. O engenheiro alemão, nascido em 1950, foi um dos grandes responsáveis pela introdução e propagação dos primeiros sistemas digitais de síntese sonora, fabricando seus primeiros sintetizadores modulares para artistas seletos como o Tangerine Dream. A Palm Products GmbH, fundada em 1975, produziu diversos modelos até a introdução do sistema de síntese WaveTable em 1980, com o WaveComputer 360.

PPG Wave 2

O instrumento mais famoso viria um ano mais tarde e seria considerado como “uma brisa de ar fresco” após quase duas décadas de sons puramente analógicos. Superando em variedade de sons os cultuados modelos Moog, ARP, Sequential Circuits e Oberheim, cujos osciladores proporcionavam poucas formas de onda cíclicas, o PPG Wave 2 oferecia 64 formas de onda organizadas em 30 “tabelas”, resultando em possibilidades de combinação que chegavam a 1920 formas de onda por oscilador. Estas listas de ondas podiam ser “varridas” em tempo real ou automaticamente para drásticas variações de timbre. O restante do caminho de sinal era administrado de forma analógica, adicionando os componentes típicos como envelopes, filtros e LFOs. Mesmo custando cerca de dez mil dólares na época, o Wave 2 e seus modelos subsequentes Wave 2.2 e 2.3 foram amplamente utilizados por artistas de diversos estilos musicais e se tornaram clássicos.


Após encerradas as atividades da PPG, Palm continuou a desenvolver seus projetos, mais notavelmente através de suas contribuições para a Waldorf. Sintetizadores icônicos como o Waldorf Wave utilizaram parte da tecnologia desenvolvida inicialmente pela PPG.

Aos 63 anos, Palm continua munido de idéias inovadoras, caminhando lado a lado com as tendências da tecnologia moderna. O nome PPG volta de forma surpreendente, através de dois apps para iPad. O PPG WaveGenerator, lançado em 2012, foi logo aclamado como um dos melhores sintetizadores para iOS, usando um mecanismo WaveTable avançado e inteligentemente aprimorado para os recursos inovadores da tela multi-touch. O novo PPG WaveMapper traz agora uma nova aproximação para este flexível sistema de síntese, adicionando ainda mais variedade sonora através do uso de samples e recursos muito intuitivos para geração de novos sons.

WaveMapper (AppStore Link) WaveMapper
Desenvolvedor: Wolfgang Palm
Preço: USD 19.99
Baixar na App Store!

-

Interface

Ao abrir o WaveMapper, a tela inicial, chamada “Mapping”, apresenta um conjunto de 32 slots onde são posicionados patches completos. Estes patches, chamados “Roots”, podem ser escolhidos a partir de uma biblioteca de fábrica ou de uma lista de patches do próprio usuário. Nesta tela, as seções do sintetizador são dispostas na forma de oito ícones, representando os três osciladores, filtro, geradores de ruído, LFOs, etc.

Ao posicionar um ou mais destes ícones sobre um dos slots contendo um patch, os parâmetros das respectivas seções de síntese tomam os valores do “root patch” residente no slot. O resultado pode então ser salvo como um novo patch. Esta é uma maneira muito intuitiva de criar novos sons e modificar os patches existentes. O novo sistema de síntese WaveTable é profundo, como pudemos observar no PPG Wave Generator, mas neste novo app é tratado de forma mais dinâmica, permitindo que iniciantes neste universo possam obter bons resultados sem a necessidade de se aprofundar muito nos conceitos complexos que estão rolando abaixo.

ppg wavemapper com teclado ampliado

O WaveMapper pode ser controlado via MIDI através de um teclado externo, mas o grande lance está no uso da tela para manipular os sons em tempo real. O teclado virtual compartilha parte do estilo apresentado inicialmente no Wave Generator, possibilitando um certo nível de customização para o tamanho e posicionamento das teclas e seleção das notas disponíveis. Um novo recurso aprimora o teclado original, permitindo ampliar verticalmente o tamanho das teclas. Isto melhora muito o nível de controle do instrumento. Os mais interessantes recursos de controle das notas através das técnicas únicas da tela multi-touch estão presentes.

O teclado pode operar nos modos “Polyphon”, “Polyphon Legato”, e “Polyphon Multitrigger”. No modo Legato, com controles de Glide (portamento) independentes para cada um dos três osciladores, é possível obter melodias muito exóticas e efeitos sonoros extravagantes, principalmente ao usar simultaneamente as capacidades de Velocity e Polyphonic Aftertouch para modular diversos parâmetros. Assim como o Animoog, que também utiliza um sistema de síntese baseado em Wave Tables e possui recursos similares de controle através do teclado, o WaveMapper é um dos mais expressivos sintetizadores para iOS disponíveis atualmente.

-

Sons e Organização de Memória

A biblioteca de patches de fábrica presente inicialmente no WaveMapper contém pouco menos de cem patches, todos muito bem programados, pelo próprio Wolfgang Palm e por uma série de colaboradores. Os patches podem ser facilmente selecionados através de categorias, tipo de fonte sonora, data de criação, ou alfabeticamente.

A princípio pode parecer um pouco complicado administrar patches de usuário, mas com um pouco de prática as operações ficam mais claras e não existe um limite para o número destes patches, o que é excelente.

Cada banco no WaveMapper pode conter cem patches. O banco de fábrica vem praticamente lotado, sendo assim é logo necessário criar um novo banco de usuário, o qual pode receber um nome personalizado. Caso seja necessário usar um patch do banco de fábrica como base para um novo patch, o ideal é primeiramente copiar este patch para um dos bancos de usuário e depois modificá-lo, para facilitar a operação de salvamento neste mesmo banco. Uma função “Copy To Target” administra esta parte do procedimento. A opção “Save As” convencional, também disponível, parece não permitir a escolha de um banco diferente. Após alguns patches perdidos e algumas voltas com o sistema, tudo se torna bastante intuitivo. É o tipo de coisa que uma boa lida no manual poderia ter evitado…

Sistema de Síntese

Embora o WaveMapper seja um sintetizador quase tão complexo quanto o Wave Generator, a organização de suas páginas de edição é menos poluída, o que facilita o uso do app. A edição de um patch é dividida em quatro páginas básicas (Oscillators, Noise + Filter, Amplifier + Delay, e Performance). Todos os parâmetros relacionados a cada seção de síntese são dispostos em suas respectivas páginas, através de sliders e teclas de tamanho confortável e fácil controle. Os geradores de envelope são representados graficamente, tornando os ajustes muito intuitivos.

Tela dos osciladores no WaveMapper

Basicamente, um patch é constituído de três osciladores (com Ring Modulation entre Osc 3 e Osc 1) e uma fonte de ruído, os quais passam por um mixer antes de serem inseridos em um filtro ressonante e posteriormente enviados a um amplificador estéreo e uma unidade de delay. Fontes de ruído adicionais, diversos geradores de envelope e 3 LFOs independentes podem ser usados como fontes de modulação com profundidades ajustáveis em diversos pontos do sistema. Um Arpeggiator com possibilidade de gravação de até dezesseis notas individuais também está disponível. Até então, o caminho básico de um sintetizador subtrativo convencional com flexibilidades adicionais…

O grande destaque do novo mecanismo de síntese está na seção Oscillators. Além de um arsenal de Wave Tables tradicionais, incluindo parte das clássicas coleções presentes inicialmente no PPG Wave e no Wave Generator, estão disponíveis também os chamados Time Corrected Samples, compostos por ondas sonoras gravadas inicialmente a partir de fontes acústicas e convertidas em ondas sintetizadas e Wave Tables. A vantagem está nas possibilidades de controle destas amostras, em tempo real através da tela, ou automaticamente através de EGs e LFOs.

Uma fusão dos melhores recursos de cada universo é disponibilizada – a naturalidade do material sampleado e a flexibilidade de modulação da síntese Wave Table. Uma página dedicada à conversão de samples de usuário em ondas e Wave Tables através de análise de conteúdo harmônico, formantes e transientes também está disponível, levando as possibilidades sonoras para níveis infinitos. Foi surpreendente notar entre os samples de fábrica a presença de um timbre originalmente gerado a partir do saudoso sintetizador aditivo Kawai K5000, por exemplo. Sonoridades étnicas, instrumentos de percussão, formantes vocais, sons sintetizados e efeitos diversos também estão entre as amostras.

O WaveMapper é capaz de gerar sons convencionais de sintetizadores analógicos, variações personalizadas de instrumentos acústicos e, o que é mais interessante, sons exclusivos impossíveis de serem obtidos em outros sistemas.

-

Conclusões

O universo dos aplicativos musicais para iOS tem se expandido exponencialmente nos últimos tempos. Ferramentas para as mais diversas aplicações musicais são disponibilizadas e atualizadas em uma frequência quase que diária.

Muitos aplicativos fazem uso dos recursos exclusivos da tela multi-touch e procuram aproximações mais ousadas para sua arquitetura, procurando por formas realmente novas de gerar e manipular sons. Todavia, os chamados Sintetizadores Virtuais ainda não contribuem com muita força para esta estatística.

Embora exista uma grande variedade destes instrumentos, muitos a preços convidativos em relação à tecnologia envolvida, talvez os limites de processamento do sistema ainda impeçam a implementação de técnicas de síntese mais complexas em todo o seu potencial. Mesmo assim, novos desbravadores com ótimas idéias e nomes já conceituados no mercado de instrumentos musicais têm conseguido excelentes resultados nos quesitos de qualidade sonora, flexibilidade e inovações de interatividade. É o caso, entre outros, da Bit Shape com o seu excelente app TC-11, da Wizdom Music com o Geo Synthesizer e o SampleWiz, da Wooji Juice com o Grain Science, de Marcos Alonso com o Samplr, e também dos gigantes da Korg, Moog, e PPG com o Kaossilator, Animoog, Wave Generator e agora o WaveMapper.

O aplicativo reúne grande parte do que há de melhor para o sistema – operação intuitiva, possibilidades de controle exclusivas e integração com a tela, aliados a um inovador mecanismo de síntese que faz uso inteligente dos recursos do dispositivo, entregando um som de alta qualidade que desafia sintetizadores dedicados em hardware. As sonoridades que este app é capaz de criar são perturbadoras. Eu particularmente indicaria inicialmente uma boa e longa viagem pelos patches de fábrica e pela intuitiva tela Mapping, combinando as seções de síntese para os mais inesperados resultados. Mas para tirar o máximo de proveito deste profundo sistema de síntese, um aprofundamento nos parâmetros é aconselhável. A simples organização das páginas e ajustes torna a programação convidativa e não irá amedrontar a maioria dos usuários, mesmo inexperientes.

O WaveMapper é capaz de muito mais do que seus patches de fábrica mostram inicialmente, e a diversão pode se expandir mais ainda quando você começar a adicionar e converter seus próprios samples! Este é certamente um dos melhores sintetizadores já desenvolvidos para iOS.

Aguardemos agora o novo lançamento da conceituada Waldorf em conjunto com a Tempo Rubato (fabricante do ótimo NLog Synth Pro), que já vem sendo anunciado desde o ano passado – mais um app a firmar as idéias de Wolfgang Palm no interior do sistema iOS. Lendo os pré-releases, as especificações prometem outro mecanismo inovador… Eu estou curioso.

WaveMapper (AppStore Link) WaveMapper
Desenvolvedor: Wolfgang Palm
Preço: USD 19.99
Baixar na App Store!

* Fabio Ribeiro é produtor, consultor de tecnologia musical, e tecladista da banda Remove Silence.


Posts Relacionados

2 Comments

  1. Norberto França fevereiro 20, 2013 at 10:54 pm - Reply

    O que me lasca é essa G.A.S. rsrsrsrsrsrs…
    Abraço Fabio e Marcus.

    • musicapps fevereiro 26, 2013 at 8:03 am - Reply

      Isto sempre é complicado. rs

Leave A Response


1 + dois =