Roland R-Mix: edite elementos de músicas já gravadas, com o computador ou iPad (Review)

r-mix

Há algum tempo, falei por aqui sobre uma novidade que a Roland estava lançando: um software capaz de modificar elementos de músicas já gravadas, o R-Mix. Pouco depois, adquiri a versão para iPad e recebi da Roland Brasil o R-Mix para o computador, para avaliação.

Passei algumas semanas trabalhando com as duas versões, fazendo testes de uma série de funcionalidades. O que eu descobri sobre o R-Mix, você confere agora neste review para o MusicApps!

O que é o R-Mix?

Manipular os instrumentos e vozes de músicas já mixadas e masterizadas, com certeza já passou pela cabeça de qualquer pessoa que trabalha com música ou simplesmente se diverte com ela. Seja para remover determinados elementos e criar um remix, seja para diminuir o andamento da música para aprender um solo de guitarra mais difícil, tais possibilidades sempre despertam a curiosidade das pessoas.

Há algum tempo, fazer tais alterações não era praticamente impossível. Hoje, existem algumas ferramentas no mercado. Porém, o que o R-Mix promete é realizar esta edição da forma mais simples e intuitiva possível. Para se ter uma ideia, tanto no iPad como no computador, o aplicativo tem apenas uma tela e poucos botões e menus.

Utilizando as tecnologias V-Remastering e VariPhrase da Roland, o R-Mix exibe os elementos de uma gravação em uma representação gráfica. Assim, o usuário pode selecionar aquilo que deseja alterar e aplicar uma série de recursos como: diminuir o volume de um determinado instrumento ou voz, mudar a posição dos elementos (esquerda/direita), adicionar efeitos, alterar a tonalidade ou o andamento (estes 3 últimos são exclusivos da versão para o computador).

O R-Mix está disponível em duas versões: uma bastante básica para o iPad e outra mais completa para Mac e PC.

A interface

Antes de falar das diferentes versões, é bom explicar o conceito de utilização do R-Mix. No iPad ou no computador, a ideia básica é a mesma. Ao reproduzir uma faixa, o aplicativo exibe a representação gráfica dos elementos.

Funciona da seguinte forma:

Cores: representam o volume. Preto indica ausência de volume. Azul e verde são as cores do volume menos intenso, enquanto amarelo, vermelho e branco representam os maiores níveis de volume.

Posição Vertical: os elementos exibidos na parte inferior da tela são mais graves. Quanto mais eles aparecem rumo ao topo da tela, mais agudos serão.

Posição Horizontal: Simplesmente indica se o elemento aparece mais à direita, esquerda ou ao centro da mixagem.

Observe que identificar elementos dependerá de alguma percepção musical. É preciso verificar onde determinado instrumento está gerando movimentação enquanto soa. É claro que também é possível obter bons resultados na base da experimentação.

O R-Mix apresenta algumas maneiras de selecionar determinadas áreas da música. Elas variam de acordo com a versão do software. Uma vez selecionada a área, será possível alterar seu volume, posicionamento e outros.

R-Mix no iPad

No iPad, o R-Mix tem basicamente duas finalidades: permitir a alteração de volume e pan de elementos em músicas presentes na coleção de seus dispositivo e funcionar como degustação da versão completa para o computador, com mais recursos.

Mas, definitivamente, ele não é um brinquedo. Apesar de não poder exportar as faixas alteradas para outros apps iOS ou por e-mail, o R-Mix para o iPad salva as mudanças realizadas e é capaz de reproduzir as músicas em background. Desta forma, o app pode servir como ferramenta para eliminar instrumentos de músicas já gravadas e playback para você solar com apps musicais para o iOS. O mesmo ocorre para cantores que desejarem fazer playbacks rapidamente, com a remoção da voz original de uma canção.

No vídeo abaixo, mostro como importar faixas para o R-mix e como realizar edições básicas no aplicativo.

Observe que remover inteiramente uma voz ou instrumento, dependendo da gravação, não é exatamente uma tarefa simples. Quanto mais efeitos foram aplicados, mais difícil será eliminar um determinado elemento sem alterar a qualidade dos demais.

É bom ter em mente que a área selecionada poderá conter uma voz, mas também pode ter parte das frequências de um outro instrumento de percussão, por exemplo. Então, é bom experimentar bastante para ter bons resultados.

[app 475263873]

R-Mix no computador

O R-Mix para o computador Mac ou Windows é uma aplicação repleta de recursos para alterar uma música que já está pronta! Pude me divertir bastante fazendo uma série de testes com os mais variados gêneros musicais. Também pude recuperar algumas gravações minhas que já não tinha mais o arquivo original com faixas separadas, alterando o volume de instrumentos, removendo ruídos, etc.

Vamos falar um pouco sobre os recursos do R-Mix para o computador. Com ele podemos:

  • Alterar o volume e posicionamento estéreo de elementos específicos de faixas já finalizadas.
  • Aplicar efeitos apenas em regiões selecionadas.
  • Modificar a tonalidade da música completa.
  • Diminuir ou aumentar o andamento da música, sem comprometer a afinação.
  • Isolar determinados elementos do restante da gravação.
  • Gravar áudio no aplicativo, utilizando uma segunda trilha de áudio.
  • Remover o ruído em gravações.

Chega de escrever. Vamos mostrar, na prática, como a coisa funciona.

Que tal? Acho que nunca foi tão simples manipular um arquivo de áudio. Tudo aquilo que pode ser feito está bem ali na tela.

Limitações

É claro que nem tudo pode ser realizado com extrema perfeição no R-Mix. Tudo dependerá, fundamentalmente, de qual é a nossa finalidade e, mais ainda, de como é a estrutura da faixa que estamos tentando alterar.

Remover uma voz que está extremamente misturada com outros instrumentos no centro da gravação, além de ter recebido bastante delay ou reverb, será algo muito difícil de fazer preservando a qualidade dos demais elementos.

Também deixo outras duas sugestões para uma possível atualização: seria ótimo poder importar mp3, sem precisar convertê-los em wav, e, também na versão para o computador, poder selecionar mais de uma área por vez no gráfico seria bastante prático.

Considerações

Sobre a versão para o iPad, creio que, se você procura uma ferramenta para remover vocais ou instrumentos de músicas já gravadas, para poder tocar ou cantar junto com elas, o R-Mix é uma excelente opção por um preço muito baixo para ferramentas do gênero.

“Ah, mas ele podia exportar as música alteradas!”, você pensa. Podia. Mas, sinceramente? Se você simplesmente precisa exportar para usá-las no computador, use a saída de áudio de seu iPad e faça a gravação do som em seu computador. É uma funcionalidade ausente, mas não um impedimento.

Falando agora da versão para o computador. O R-Mix ainda não é a mágica definitiva para eliminas completamente qualquer instrumento de qualquer música já gravada, porém ele já faz diversos pequenos milagres. E o melhor: opera todos eles com comandos extremamente simples e intuitivos, que praticamente dispensam a leitura do manual de utilização.

Pelo seu preço sugerido, cerca de 600 reais, não é um software para todos os bolsos. Porém, é fácil imaginar como esta ferramenta profissional pode ser útil para a produção musical. As possibilidades são infinitas na hora de editar qualquer coisa já gravada. DJs, técnicos de estúdio e produtores com certeza poderão fazer maravilhas com o R-Mix.

Se uma das funcionalidades demonstradas neste review é o que você precisa, compra recomendada!

Disponibilidade

O R-Mix para PC e Mac pode ser encontrado ou encomendado nos revendedores Roland de todo o Brasil. Veja a página do produto no site da Roland Brasil. A versão para iPad pode ser adquirida agora mesmo na App Store.

[app 475263873]

Curta e compartilhe!