Mac, Matérias, Notícias, Produção Musical

Combinando instrumentos tradicionais e virtuais para desenvolver e gravar ideias em poucos minutos

Marcus Padrini abril 16, 2012 14 Comments »

Nem só de música em dispositivos móveis vive o editor deste site. Então, neste final de semana que passou, estava testando alguns sons do meu velho sintetizador Microkorg e montei um timbre com arpeggio bem interessante. O curioso é que de dois acordes sendo tocados em sequência no sintetizador (abaixo) surgiu a ideia para um trecho de música.

O iPad e o iPhone não estavam por perto, mas eu estava bem de frente para o Mac e ao meu lado havia uma flauta. Então, por que não experimentar combinar tudo isto rapidamente?

O processo não foi nada sofisticado. Usei o GarageBand para Mac para gravar os acordes que estava testando com o arpejador do Microkorg e inseri um loop de bateria do próprio GB. Daí, imaginei uma melodia para a flauta e gravei um baixo com um timbre que fiz na hora no próprio sintetizador.

Pensei que a segunda parte da melodia da flauta ficaria melhor com outro timbre. Então, decidi substituir a flauta pelas cordas. Os timbres de strings do GarageBand para Mac são sofríveis, o que me fez optar pelo Miroslav Philharmonik da IK Multimedia, integrante do pacote Total Workstation, que falamos há um bom tempo por aqui. O próprio Microkorg funciona como um controlador MIDI para o Mac, com o apoio de um simples interface MIDIxUSB.

Depois foi só fazer alguns comentários na flauta, de maneira bastante informal. E aí está um pequeno trecho de algo desenvolvido e registrado em menos de 20 minutos. (Ouça também no SoundCloud)

É claro que processo semelhante poderia ocorrer utilizando o iPad/iPhone e os acessórios corretos, mas a ideia deste post é simplesmente sugerir a mistura de equipamentos e instrumentos que você tem em casa para criar alguma coisa diferente. Combine violão e apps musicais, sintetizadores com guitarra, baixo com Drum Machine.

O processo é rápido, divertido e os resultados serão, no mínimo, curiosos! :)


Posts Relacionados

14 Comments

  1. Vandder Lima abril 16, 2012 at 7:31 am - Reply

    Não tem mais o Total Workstation na QuantaStore.com.br… Gostei os timbres. Qual é a sua flauta?

    • musicapps abril 17, 2012 at 11:12 pm - Reply

      É uma Yamaha 211, modelo de entrada. Bem simples :)

  2. Rodrigo abril 16, 2012 at 10:17 pm - Reply

    Olá! Gostei muito do post. Me chamou atencão aquele mixer que voce usa. Tenho um igual e gostaria de saber quais as melhores maneiras de fazer as ligacoes dele com os intrumentos e o ipad. Um abraco

    • musicapps abril 17, 2012 at 11:19 pm - Reply

      Rodrigo, faço da seguinte maneira: Ligo os instrumentos normalmente aos canais mono, como microfones, violão, sintetizador, etc. Nos canais estéreo ligo o iPad com caxo 1 P2 Stereo x 2 P2 mono. Faço o mesmo com a saída de áudio do meu Mac. Tudo que está ligado à mesa vai para as caixas Edifier que aparecem na foto. Desta maneira tenho instrumentos, iPad e computador podendo ser ouvidos com os mesmos monitores ou fone de ouvido e com todos os volumes controlador facilmente no mixer.

  3. LucasOliveira abril 17, 2012 at 8:03 pm - Reply

    Massa! ficou bom demais!

  4. Jonas (jonasservo) abril 18, 2012 at 8:17 pm - Reply

    Também gostei… muito legal a pegada final da flauta…. Parabéns Marcus Padini……aproveitando…. Parabéns pelo site…. o conteúdo é sensacional…. tenho aprendido muito com vocês…. Deus abençoe vc e a equipe do musicapps. Parabéns!!

    • musicapps abril 19, 2012 at 11:34 pm - Reply

      Muito obrigado! Grande abraço!

  5. Gustavo abril 18, 2012 at 9:24 pm - Reply

    Oi Marcus, muito boa a gravação!

    O que acha desse mic Samson, que aparece na foto? Comprei uma, mas ainda não chegou..

    Abs

    • musicapps abril 19, 2012 at 11:36 pm - Reply

      É um bom microfone. Nada a reclamar. É resistente e o áudio que capturo com ele é bastante cristalino. Como os demais condensadores, deve ser utilizado em ambientes mais silenciosos para evitar a captura de ruídos mais distantes da fonte sonora.

  6. Luiz Fernando abril 27, 2012 at 11:37 am - Reply

    Tu já testou a guitarra e o Apogee Jam? Eu comprei um iRig quando usava o Garage Band do iPhone pra criar algumas músicas. Aí resolver comprar um MacBook, de 13, que tem entrada integrada, igual do iPhone.

    O iRig funciona, mas a microfonia é algo terrível quando tu usa os Amps do Garage Band. Acredito que é por ser uma entrada analógica feita pro microfonezinho dos fones do iPhone. Então to pensando seriamente em comprar um Apogee e depois um teclado MIDI pra facilitar nas criações e um EZDrummer com DFH (que é sensacional) O que tu me diz sobre o Apogee e a minha ideia no todo?

    Por mim eu resolvia de uma forma bem simples, que é comprar um bom microfone e microfonar meu AMP, só que eu moro em apartamento, então não cogito a hipótese.

    Um abraço e parabéns pelas criações.

  7. Mau Colella outubro 24, 2012 at 4:49 pm - Reply

    Ola Marcus, qual o modelo da mesa q esta usando?

  8. Kleberson Alves novembro 15, 2012 at 8:15 pm - Reply

    Marcus, você utiliza algum pré-amp com esse mic?

    • musicapps novembro 19, 2012 at 12:14 am - Reply

      Na foto, apenas o pré da mesa behinger mesmo. Atualmente, uso o pré da Motu Microbook.

Leave A Response


7 − = um