GarageBand: Jam Session, Smart Strings e novidades que pedíamos há tempos

O Novo iPad está chegando. Porém, em seu anúncio, uma outra novidade surgiu para animar os músicos que já tocam com as duas primeiras gerações do tablet ou com iPhones: mais uma atualização do app GarageBand. E não é uma simples correção de bugs, mas sim uma versão cheia de novidades muito interessantes.

Talvez a maior inovação seja o recurso Jam Session, que permite aos usuários criar músicas tocando em vários iPads/iPhones/iPods Touch ao mesmo tempo, sincronizados via bluetooth ou wi-fi. No final da Jam, todos possuem o registro do que foi tocado pelo grupo. Legal, não? (vídeo no site da Apple)

Mas outras novidades mais discretas são ainda mais úteis. O tão sonhado editor MIDI na forma de piano roll chegou ao GB para iOS. E ele é extremamente simples de usar!

Não menos solicitado pelos usuários, o recurso de mesclar pistas de áudio foi implementado e eleva bastante as possibilidades de criação musical com o tablet. Agora, quando seu projeto está cheio de trilhas e você deseja acrescentas outras vozes ou instrumentos, basta combinar o áudio de pistas existentes em uma só pista de áudio para liberar espaço. Mais simples e funcional, impossível.

Todo mundo fica feliz com novos timbres e instrumentos, então a Apple caprichou. O GarageBand atualizado traz o novíssimo Smart Strings, uma interface que combina os instrumentos de corda da orquestra, como violino e o violoncelo, e tem uma maneira especial de gerar os timbres de orquestra.Quanto mais vezes você desliza o dedo sobre o acorde selecionado, mais expressivo será o som gerado.

Os acordes podem ser editados e ainda é possível tocar cada instrumento separadamente. Um detalhe: com um teclado MIDI conectado, é possível tocar com os instrumentos do Smart Strings, porém sem separá-los.

Além dos Strings, o GB traz novos baixos sintetizados no Smart Bass e novos sintetizadores no Smart Keyboard.

Outra coisa bem legal é poder exportar seus trabalhos para o Facebook, SoundCloud e Youtube.

Fiz até um teste.

Quando já ia fechando o GarageBand, vejo um botão curioso na tela de configurações, chamado “Fade Out”. Por mais que a Apple não tenha dado o braço a torcer e inserido um controle fade para cada faixa, pelo menos agora temos como encerrar as canções com o Fade Out do próprio iPad. Por falar em braço a torcer, nada ainda de recursos para rodar o GB em background e nem notícias da cópia do áudio gerado para a utilização de outros apps.

Enfim, já não é de hoje que sabemos que a Apple entrega a felicidade em pílulas.

Gostou da nova atualização do GarageBand? Conte duas impressões nos comentários abaixo.

[app 408709785]

Curta e compartilhe!