Que tal um sintetizador Moog em seu iPad por menos de 2 reais? Conheça o Animoog!

Na madrugada desta segunda-feira, chegou à App Store o primeiro instrumento da Moog Music para o iPad, o Animoog. Trata-se de um sintetizador polifônico que utiliza uma nova tecnologia de síntese sonora desenvolvida pela empresa, chamada de ASE (Anisotropic Synth Engine).

Além das muitas possibilidades sonoras, compatibilidade MIDI e uma interface muito bem trabalhada, outro detalhe chama a atenção sobre o Animoog: sua estratégia de lançamento. O aplicativo será vendido por apenas 99 centavos de dólar, pelos próximos 30 dias!

“Anisotrópico” é um termo utilizado para designar algo que altera suas propriedades em função de diferentes direções consideradas. É exatamente o que ocorre na geração dos timbres do Animoog. O usuário poderá escolher até oito formas de onda, importadas de equipamentos clássicos da Moog, que ficarão espalhadas por um espaço bidimensional e serão acionadas e combinadas de acordo com as configurações de cada preset ou intervenção do músico. Sobre estas formas de onda, ainda há a possibilidade de fazer uma série de ajustes no comportamento do timbre no tempo, definir modulações, aplicar filtros, efeitos, etc. As possibilidades para criação de timbres diferentes são praticamente ilimitadas.

Se você não entende nada de sintetizadores e de como construir e alterar seus timbres, não há muito com o que se preocupar. O Animoog já chega com dezenas de presets. Além disto, alterações significativas podem ser realizadas na interface de pad XY, com o simples movimento de um dedo. Creio que uma das mais interessantes características do Animoog seja exatamente esta: o app é simples o suficiente para ser tocado por quem nunca usou um sintetizador, mas tem opções complexas que irão agradar aqueles que já se aventuram com estes equipamentos em versões físicas e virtuais.

Como tocar?

Duas opções estão disponíveis: uma excelente interface de teclado virtual, que pode ter o espaçamento das teclas redimensionado e escalas definidas pelo usuário, e comandar os timbres do aplicativo com um teclado controlador ou outro equipamento MIDI compatível com o iPad. O Animoog trabalha com interfaces coreMIDI e não é compatível com a primeira geração da Line 6 MIDI Mobilizer.

Veja o vídeo feito de apresentação do Animoog.

Observe a maneira como o usuário pode definir como o som gerado irá “passear” pelas formas de onda selecionadas e dispostas no espaço XY.

Agora, o exemplo do Animoog controlado via MIDI, no caso por um Moog Little Phatty e rodando em um iPad conectado ao Alesis iO Dock.

Daria para escrever muito mais sobre o Animoog agora mesmo, mas, por 99 cents, tenho certeza que quem se interessou pela novidade irá logo adquiri-lo, sem precisar de muita análise. Aliás, é bom não dar aguardar muito. Após 30 dias do lançamento, o Animoog passará a custar 30 dólares.

[app 471638724]

Em tempo: posso estar enganado, mas creio que este seja o primeiro sintetizador virtual lançado pela Moog para qualquer plataforma. A empresa disponibiliza VSTs, mas apenas para a edição de parâmetros dos seus instrumentos físicos. Existem instrumentos virtuais com o nome Moog no mercado, mas acho que todos são assinados por empresas como a Arturia, IK Multimedia, etc. Uma empresa que faz alguns dos mais fantásticos sintetizadores analógicos de todos os tempos lançando um novo instrumento para o iPad… É algo emblemático, não?

Curta e compartilhe!