Matérias, Notícias, iPad

Saiba como o conceito do Tabletop pode mudar os apps musicais para iOS

Marcus Padrini agosto 1, 2011 2 Comments »

Recentemente, a Retronyms apresentou o TableTop para iPad. O aplicativo traz a ideia de um sistema modular, em que vários componentes, como sintetizadores e sequenciadores, podem estar interligados, trabalhando como o músico desejar. Até o momento, o conceito do Tabletop é muito semelhante ao da ferramenta online AudioTool, gratuita e capaz de funcionar em qualquer navegador compatível com o Flash. Porém, o que o app está apresentando para o iPad pode significar uma grande mudança na maneira como vemos os títulos musicais para iOS hoje.

Como disse no post de apresentação do TableTop, os criadores do app estão convidando outros desenvolvedores para criarem para a sua plataforma. Isto pode significar a inclusão constante de novos módulos para a compra no aplicativo. Eles também estão avaliando a importância de implementar a compatibilidade coreMIDI no TableTop. Na minha opinião, ela é fundamental. Há quem não pense assim e veja o app como um estúdio eletrônico completo para usar apenas na tela do iPad.

Porém, vamos tentar enxergar um pouco além, buscando comparar o TableTop com a situação que ocorreu com instrumentos virtuais para PCs. Em um dado momento, estes instrumentos eram softwares isolados. Usuários utilizavam um de cada vez e não havia a opção de integração entre vários programas. Foi quando a Steinberg criou o VST (Virtual Studio Technology), o padrão responsável por transformar estes softwares isolados em plugins que poderiam ser abertos em aplicativos host compatíveis. Isto aconteceu em 1996 com o Cubase, o primeiro programa capaz de rodar plugins de efeito com a tecnologia VST. Mais tarde, o formato se transformaria no mais popular da indústria de instrumentos virtuais em PCs.

Loja do TableTop e alguns módulos

Pode ser que o TableTop comece a oferecer algo parecido com este cenário. Imagine se outros desenvolvedores começarem a criar instrumentos dedicados para o aplicativo. Se isto acontecer, a criação da Retronyms poderá ser o primeiro host de instrumentos virtuais para o iOS. Com MIDI e uma loja farta de módulos, o TableTop seria uma grande solução para tecladistas e outros músicos que procuram algo para a performance ao vivo com o iPad, permitindo a customização completa de instrumentos e efeitos.

Indo ainda mais além, nada impediria a inclusão de módulos processadores de efeito para guitarra ou voz, gravadores multipista, etc. É difícil saber se o iPad 2 já seria capaz de lidar com algo do gênero. Mais difícil ainda é afirmar que é nessa solução da Retronyms que outros desenvolvedores irão apostar. Mas confesso que há tempos esperava por alguma novidade parecida com o que o TableTop pode vir a oferecer para os instrumentos iOS. No Twitter já comecei a perceber a movimentação de alguns desenvolvedores interessados em desenvolver para o aplicativo.

Tabletop (AppStore Link) Tabletop
Desenvolvedor: Retronyms Inc
Preço: Free
Baixar na App Store!


Posts Relacionados

2 Comments

  1. Fernando Midi agosto 1, 2011 at 6:11 pm - Reply

    Perfeito Marcus, concordo plenamente e o foco no momento realmente e a implementação do CoreMidi, fundamental para que o TableTop Interaja com o Mundo…rsrs

Leave A Response


× três = 15