Matérias, Notícias, iPad, iPhone/iPod Touch

Open Music App Collaboration já tem 60 desenvolvedores inscritos e resultados já aparecem

Marcus Padrini agosto 29, 2011 3 Comments »

Os desenvolvedores de apps musicais para iOS parecem estar acreditando no sucesso e nos avanços que a união com outros profissionais pode trazer. O grupo Open Music App Collaboration (OMAC), iniciativa dos desenvolvedores dos aplicativos NLog e SoundPrism, já conta com 60 inscritos, está bastante movimentado e os resultados já começam a aparecer.

O assunto fundamental debatido no grupo é a interação entre apps musicais para iOS através de portas MIDI virtuais, mas diversos outros temas também estão sendo discutidos. Tudo indica que o maiores beneficiados pela iniciativa serão os usuários. Ter aplicativos musicais que podem se comunicar entre si é o ganho mais imediato.

Nos últimos dias, demos alguns exemplos do que vem por aí, como a interação do NLog e Sound Prism. Hoje mostramos a implementação das portas MIDI virtuais nos apps SampleWiz e MorphWiz MIDI, ambos de  Jordan Rudess. O mesmo irá ocorrer em outro grande sintetizador para o iOS, o Sunrizer.

Esta interação entre apps rodando em um mesmo dispositivo é um pouco diferente do que acontece com plugins de instrumentos virtuais em um computador. Quando VSTis ou AUs rodam em conjunto, geralmente há um software capaz de promover esta interação e gerenciar os recursos de cada instrumento/efeito virtual. Algo como o Ableton Live, Main Stage II ou BrainSpawn Fort, falando de performances ao vivo, ou Sonar e Cubase, quando o assunto é gravação.

Tabletop aposta na disponibilização de vários instrumentos dentro do mesmo app

Já no iOS, apesar do conceito apresentado pelo Tabletop, ainda não há verdadeiramente a possibilidade de trabalhar com vários instrumentos virtuais sendo gerenciados por um outro aplicativo. Porém, as portas MIDI virtuais parecem estar criando uma opção bastante interessante e particular para a performance musical com iPads/iPhones/iPods Touch.

Diferentemente dos softwares musicais para computadores, divididos entre instrumentos virtuais e DAWs, os títulos do iOS apresentam uma categoria bastante peculiar: os controladores. Eles são aplicativos que podem até ter seus próprios timbres, mas trazem mais forte a intensão de controlar outros instrumentos virtuais ou reais, como teclados sintetizadores. Estes controladores são pensados para a tocar na tela do iPad. Então, mesmo sabendo da existência de muitos títulos do gênero que apenas reproduzem um teclado de piano virtual, vale destacar os controladores com propostas muito pouco usuais e que poderão ser utilizados por músicos para complementar suas ferramentas de performance.

SoundPrism: Blocos de notas perfeitamente afinadas para controlar outros apps

SoundPrism, com sua interface de blocos de notas horizontais e verticais, MorphWiz MIDI, com a ideia vinda do bem caro controador Haken Continuum, e Konkreet Performer, trazendo o recurso de alteração de parâmetros em três dimensões, são alguns dos exemplos que vão muito além da simples reprodução na tela das teclas de um piano.

Konkreet Performer: conceito para controle de parâmetros em 3d

Mas o mais poderoso aqui é justamente a possibilidade, cada vez mais real, de isolar o computador do processo, assim como eventuais cabos USB e conexões sem fio instáveis, para poder usar estes aplicativos com ótimos timbres. Já temos títulos iOS com timbres que não ficam devendo para os instrumentos virtuais de Mac e PC, pelo menos em algumas categorias.

Aqui vão dois exemplos do que esta versatilidade poderá gerar.

1- Com o SoundPrism, tocar com extrema facilidade na tela um bonito timbre de pad no sintetizador Sunrizer e, ao mesmo tempo, disparar o arpejador do Nlog, a cada bloco de notas acionado, criando um som em camadas de uma maneira inusitada. Tudo isto contando com a modulação dos dois timbres através da movimentação do dispositivo, percebida pelo acelerômetro e transformada em parâmetro MIDI pelo SoundPrism.

2- usar o MorphWiz MIDI dividindo suas linhas verticais para enviar mensagens a dois canais MIDI. Um deles controlará um sample que você gravou no SampleWiz, o outro tocará um lead do Sunrizer ou Nlog. O volume e o vibrato de cada uma das notas serão controlados pela interface do MorphWiz, na ponta dos dedos, com precisão superior à oferecida por um teclado controlador.

Animador, não? As primeiras atualizações dos apps trazendo o novo recurso não deverão demorar a aparecer na App Store. Pela quantidade de inscritos no grupo de desenvolvedores, a quantidade de novidades neste sentido também não deverá demorar a aumentar.

Creio que a combinação de grandes apps controladores e controladores diferentes, desenvolvidos exclusivamente para o uso na tela do tablet, poderá trazer algo muito bem-vindo para a música móvel: transformar um dispositivo iOS em um novo instrumento musical completo, com timbres de qualidade e expressividade rica na performance.


Posts Relacionados

3 Comments

  1. @Denis_LM agosto 29, 2011 at 10:54 pm - Reply

    Excelente! Por enquanto só o Nlog liberou a versão com isso… Estamos na expectativa de liberarem logo pelo menos o SoundPrism para controlar…

Leave A Response


3 + cinco =