Arturia THE FACTORY: timbres de sintetizadores consagrados e controlador que funciona no iPad

Moog Modular, minimoog,  ARP, Prophet e Jupiter-8 podem ser termos que não dizem muita coisa para a maioria das pessoas, mas fazem todo o sentido para os amantes dos sintetizadores. Estes equipamentos geniais, responsáveis pela reprodução de sons de instrumentos já existentes e por criar timbres jamais imaginados antes de sua chegada, marcaram e continuam marcando a história da música mundial. Desde o primeiro Moog de Robert Moog até hoje, músicos de todo o planeta, principalmente tecladistas e artistas da música eletrônica, são apaixonados pelos mais diferentes modelos de sintetizadores e suas formas de produzir timbres.

Há alguns anos, a empresa francesa Arturia dedica-se a reproduzir estes instrumentos clássicos na forma de softwares para PCs e Macs. Hoje faremos o review de uma solução compacta e poderosa para quem admira excelentes timbres de sintetizadores consagrados, mas não abre mão da mobilidade: o sintetizador híbrido Analog Experience The Factory da Arturia. Recebi o produto para testes da Quanta Store e, como sei que muitos leitores aqui são tecladistas, achei interessante fazer um post especial sobre ele.

Sintetizadores analógicos são poderosas máquinas para gerar timbres únicos, porém são caros, têm manutenção complicada e, na maioria dos casos, são sensíveis ao transporte, mudanças climáticas, etc. Sem comentar que os modelos clássicos eram enormes e nem um pouco leves. O que o Analog Experience The Factory oferece é a possibilidade de contar com mais de 3500 timbres de 8 sintetizadores clássicos, incluindo o popular minimoog, no seu computador Mac ou PC, sendo controlados e alterados por um teclado de 32 teclas feito sob medida para o instrumento virtual.

O software

A ideia do sintetizador híbrido da Arturia, como o próprio nome diz, é oferecer hardware e software ao usuário. O software Analog The Factory, disponível para PC e Mac, vem com 3500 timbres de sintetizadores consagrados, todos obtidos com a tecnologia TAE (True Analog Emulation) da Arturia, responsável por reproduzir em programas de computador os circuitos que estavam presentes nos sintetizadores analógicos reais.

As possibilidades de edição dos sons não são como se você estivesse usando o instrumento virtual minimoog V ou Moog Modular. Não é possível criar um som do zero alterando todos os seus parâmetros. Porém, os recursos básicos de edição dos timbres, como controle de filtro, ressonância e efeito, estão presentes. Você pode salvar qualquer modificação realizada em um novo preset. Com tantos sons disponíveis é bem fácil achar algo próximo do que você imagina e realizar simplesmente uma edição rápida para deixar tudo como você quer. Se você é do tipo de gosta de fazer tudo, desde a escolha da forma de onda de cada oscilador, as limitações podem gerar certo estranhamento.

Um ponto bastante positivo: os sons são gerados por modelagem, não há trabalho com samples, o que acelera bastante a troca de timbres que é praticamente instantânea. Testei o software em 3 computadores diferentes: Core 2 Duo com Windows e 3 gb de ram, Macbook Core 2 Duo com 2 gb de ram e em um iMac i3 com 4 gb de memória. O desempenho foi excelente em todos eles.

Os sons

Navegar pelos timbres é muito fácil. Na tela do software há muitos filtros e categorias. É simples encontrar todos os pads do Jupiter-8, todos os leads do minimoog, etc. São simplesmente 8 dos mais famosos sintetizadores do mundo. É muito difícil imaginar um timbre de uma determinada música e não encontrar um pelo menos parecido na coleção.

A qualidade dos sons e efeitos é simplesmente impressionante. Já havia testado a versão anterior do The Factory, mas essa está ainda melhor. São 3500 presets e a vida seria curta para falar de todos eles. Ainda bem que a Arturia disponibiliza faixas demo com muitos timbres sendo usados em algumas composições. Seguem dois exemplos.

Retromatic.mp3

change.mp3

Você pode conferir mais amostras no site da Arturia.

O hardware

Pense em um controlador compacto, robusto, com ótimas teclas e acabamento impecável. Este é o Analog Experience The Factory. Confira nosso unboxing:

Com 32 teclas de tamanho natural, sensíveis à velocidade e aftertouch, corpo de metal e laterais em madeira, o controlador tem visual moderno, mas não perdeu o charme dos sintetizadores antigos. Destaque para a qualidade das peças do painel. Knobs, faders e botões de primeiríssima qualidade.

O número de teclas pode ser determinante para a escolha deste modelo. 32 teclas limitam alguns estilos de execução ou exigem um bom reflexo para ficar realizando alterações nas oitavas em tempo real. Porém, para linhas de baixo, leads rápidos e a maioria das aplicações de um home estúdio, elas são suficientes. No final do review comentarei sobre as duas outras opções da linha Analog Experience da Arturia.

No painel estão vários knobs, faders e botões, todos já programados para funcionar em perfeita sintonia com os presets do instrumento virtual. Porém, você não precisa ficar preso à estas configurações. A instalação da Arturia traz também um software chamado MIDI Control Center para fazer o que quiser com os controles no painel do teclado.

MIDI Control Center

Na parte de trás temos a conexão USB, duas entradas para pedais, saída MIDI convencional, entrada para alimentação externa e o botão de acionamento do controlador. Detalhe importante: o Analog Experience The Factory é um controlador MIDI USB universal e não precisa de instalação de drivers para funcionar com o Windows ou Mac.

Apesar de pequeno, o Analog Experience The Factory não é leve como outros da categoria. Os próprios materiais utilizados em sua estrutura não colaboram para isto. Se o peso é uma desvantagem para carregar, é também uma vantagem para tocar. Desde que comecei a usar controladores sofro com alguns que insistem em sair voando da estante de tão leves. O Analog Experience The Factory, por ser um pouco mais pesado, ficará firme em qualquer suporte.

O sintetizador híbrido

Usar o controlador e o software separadamente pode ser bom, mas a mágica realmente acontece quando você experimenta controlar um instrumento virtual que teve um hardware feito para ele, sob medida, com total integração.  O controlador Analog Experience The Factory é a materialização do teclado virtual que vemos na tela do software.

Pelo próprio painel do teclado é possível navegar por timbres e suas categorias no computador, sem a necessidade do mouse. O recurso de Snapshots é extremamente útil. No controlador existem 8 botões de acesso rápido a presets favoritos. Estes presets podem ser na verdade “fotos”que você tira no momento em que está tocando com algum timbre que gostou, modificado ou não. O controlador e o software irão registrar todos os parâmetros daquele momento para resgatar quando você quiser novamente chamar aquele som.

A experiência de trabalhar com o controlador e o software integrados de fábrica é bem diferente e extremamente positiva. Fiz alguns vídeos para ilustrar este trabalho conjunto e também alguns timbres do Analog Factory The Factory.

Confira mais vídeos no site da Arturia.

Com o iPad

O controlador Analog Experience The Factory também funciona com o iPad. Para que isto aconteça é necessário alimentá-lo com fonte externa ou com um Hub USB alimentado. Testei ambos e tudo funcionou adequadamente.

Como o software MIDI Control Center permite alterar todas as funções dos controles do painel, ele pode ser um excelente companheiro para alguns aplicativos sintetizadores, como o NLogSynth Pro ou Korg iMS-20, controlando vários parâmetros destes apps.

Disponibilidade

O Arturia Analog Experience THE FACTORY é oferecido no Brasil pela Quanta Store e pode ser adquirido online neste link. A Quanta Store também comercializa outros modelos da série Analog Experience, como o pequeno Player, com suas 25 teclas, e o bastante completo The Laboratory, de 49 teclas.

MusicApps sobre o Arturia THE FACTORY:

Construção e Durabilidade [Rating:5/5]
Facilidade de utilização: [Rating:4.5/5]
Portabilidade: [Rating:3.5/5]
Compatibilidade: [Rating:5/5]
Profissional: [Rating:4.5/5]
Preço: [Rating:4/5]
Geral: [Rating:4.4/5]

Conclusão e considerações finais:

O sintetizador híbrido Analog Experience THE FACTORY da Arturia reúne timbres de altíssima qualidade e um controlador bonito e muito bem construído. A utilização em conjunto do software e do controlador possibilita uma experiência muito interessante, inclusive muitas vezes dispensando o uso do mouse para navegar entre os timbres e realizar pequenas edições.

Se você adora timbres de sintetizador e gosta da ideia do controlador feito sob medida e uma grande coleção de sons de alto nível, o Analog Experience THE FACTORY é altamente recomendável! Ele pode ser seu pequeno teclado de home studio e poderá acompanhá-lo em viagens, além de ser uma boa opção para o palco. A compatibilidade com o iPad torna o controlador ainda mais versátil.

Curta e compartilhe!