Instrumentos Virtuais, Instrumentos e Acessórios, Matérias, Notícias, Reviews

Arturia THE FACTORY: timbres de sintetizadores consagrados e controlador que funciona no iPad

Marcus Padrini maio 19, 2011 22 Comments »

Moog Modular, minimoog,  ARP, Prophet e Jupiter-8 podem ser termos que não dizem muita coisa para a maioria das pessoas, mas fazem todo o sentido para os amantes dos sintetizadores. Estes equipamentos geniais, responsáveis pela reprodução de sons de instrumentos já existentes e por criar timbres jamais imaginados antes de sua chegada, marcaram e continuam marcando a história da música mundial. Desde o primeiro Moog de Robert Moog até hoje, músicos de todo o planeta, principalmente tecladistas e artistas da música eletrônica, são apaixonados pelos mais diferentes modelos de sintetizadores e suas formas de produzir timbres.

Há alguns anos, a empresa francesa Arturia dedica-se a reproduzir estes instrumentos clássicos na forma de softwares para PCs e Macs. Hoje faremos o review de uma solução compacta e poderosa para quem admira excelentes timbres de sintetizadores consagrados, mas não abre mão da mobilidade: o sintetizador híbrido Analog Experience The Factory da Arturia. Recebi o produto para testes da Quanta Store e, como sei que muitos leitores aqui são tecladistas, achei interessante fazer um post especial sobre ele.

Sintetizadores analógicos são poderosas máquinas para gerar timbres únicos, porém são caros, têm manutenção complicada e, na maioria dos casos, são sensíveis ao transporte, mudanças climáticas, etc. Sem comentar que os modelos clássicos eram enormes e nem um pouco leves. O que o Analog Experience The Factory oferece é a possibilidade de contar com mais de 3500 timbres de 8 sintetizadores clássicos, incluindo o popular minimoog, no seu computador Mac ou PC, sendo controlados e alterados por um teclado de 32 teclas feito sob medida para o instrumento virtual.

-

O software

A ideia do sintetizador híbrido da Arturia, como o próprio nome diz, é oferecer hardware e software ao usuário. O software Analog The Factory, disponível para PC e Mac, vem com 3500 timbres de sintetizadores consagrados, todos obtidos com a tecnologia TAE (True Analog Emulation) da Arturia, responsável por reproduzir em programas de computador os circuitos que estavam presentes nos sintetizadores analógicos reais.

As possibilidades de edição dos sons não são como se você estivesse usando o instrumento virtual minimoog V ou Moog Modular. Não é possível criar um som do zero alterando todos os seus parâmetros. Porém, os recursos básicos de edição dos timbres, como controle de filtro, ressonância e efeito, estão presentes. Você pode salvar qualquer modificação realizada em um novo preset. Com tantos sons disponíveis é bem fácil achar algo próximo do que você imagina e realizar simplesmente uma edição rápida para deixar tudo como você quer. Se você é do tipo de gosta de fazer tudo, desde a escolha da forma de onda de cada oscilador, as limitações podem gerar certo estranhamento.

Um ponto bastante positivo: os sons são gerados por modelagem, não há trabalho com samples, o que acelera bastante a troca de timbres que é praticamente instantânea. Testei o software em 3 computadores diferentes: Core 2 Duo com Windows e 3 gb de ram, Macbook Core 2 Duo com 2 gb de ram e em um iMac i3 com 4 gb de memória. O desempenho foi excelente em todos eles.

-

Os sons

Navegar pelos timbres é muito fácil. Na tela do software há muitos filtros e categorias. É simples encontrar todos os pads do Jupiter-8, todos os leads do minimoog, etc. São simplesmente 8 dos mais famosos sintetizadores do mundo. É muito difícil imaginar um timbre de uma determinada música e não encontrar um pelo menos parecido na coleção.

A qualidade dos sons e efeitos é simplesmente impressionante. Já havia testado a versão anterior do The Factory, mas essa está ainda melhor. São 3500 presets e a vida seria curta para falar de todos eles. Ainda bem que a Arturia disponibiliza faixas demo com muitos timbres sendo usados em algumas composições. Seguem dois exemplos.

Retromatic.mp3

change.mp3

Você pode conferir mais amostras no site da Arturia.

-

O hardware

Pense em um controlador compacto, robusto, com ótimas teclas e acabamento impecável. Este é o Analog Experience The Factory. Confira nosso unboxing:

Com 32 teclas de tamanho natural, sensíveis à velocidade e aftertouch, corpo de metal e laterais em madeira, o controlador tem visual moderno, mas não perdeu o charme dos sintetizadores antigos. Destaque para a qualidade das peças do painel. Knobs, faders e botões de primeiríssima qualidade.

O número de teclas pode ser determinante para a escolha deste modelo. 32 teclas limitam alguns estilos de execução ou exigem um bom reflexo para ficar realizando alterações nas oitavas em tempo real. Porém, para linhas de baixo, leads rápidos e a maioria das aplicações de um home estúdio, elas são suficientes. No final do review comentarei sobre as duas outras opções da linha Analog Experience da Arturia.

No painel estão vários knobs, faders e botões, todos já programados para funcionar em perfeita sintonia com os presets do instrumento virtual. Porém, você não precisa ficar preso à estas configurações. A instalação da Arturia traz também um software chamado MIDI Control Center para fazer o que quiser com os controles no painel do teclado.

MIDI Control Center

Na parte de trás temos a conexão USB, duas entradas para pedais, saída MIDI convencional, entrada para alimentação externa e o botão de acionamento do controlador. Detalhe importante: o Analog Experience The Factory é um controlador MIDI USB universal e não precisa de instalação de drivers para funcionar com o Windows ou Mac.

Apesar de pequeno, o Analog Experience The Factory não é leve como outros da categoria. Os próprios materiais utilizados em sua estrutura não colaboram para isto. Se o peso é uma desvantagem para carregar, é também uma vantagem para tocar. Desde que comecei a usar controladores sofro com alguns que insistem em sair voando da estante de tão leves. O Analog Experience The Factory, por ser um pouco mais pesado, ficará firme em qualquer suporte.

-

O sintetizador híbrido

Usar o controlador e o software separadamente pode ser bom, mas a mágica realmente acontece quando você experimenta controlar um instrumento virtual que teve um hardware feito para ele, sob medida, com total integração.  O controlador Analog Experience The Factory é a materialização do teclado virtual que vemos na tela do software.

Pelo próprio painel do teclado é possível navegar por timbres e suas categorias no computador, sem a necessidade do mouse. O recurso de Snapshots é extremamente útil. No controlador existem 8 botões de acesso rápido a presets favoritos. Estes presets podem ser na verdade “fotos”que você tira no momento em que está tocando com algum timbre que gostou, modificado ou não. O controlador e o software irão registrar todos os parâmetros daquele momento para resgatar quando você quiser novamente chamar aquele som.

A experiência de trabalhar com o controlador e o software integrados de fábrica é bem diferente e extremamente positiva. Fiz alguns vídeos para ilustrar este trabalho conjunto e também alguns timbres do Analog Factory The Factory.

-

-

-

Confira mais vídeos no site da Arturia.

-

Com o iPad

O controlador Analog Experience The Factory também funciona com o iPad. Para que isto aconteça é necessário alimentá-lo com fonte externa ou com um Hub USB alimentado. Testei ambos e tudo funcionou adequadamente.

Como o software MIDI Control Center permite alterar todas as funções dos controles do painel, ele pode ser um excelente companheiro para alguns aplicativos sintetizadores, como o NLogSynth Pro ou Korg iMS-20, controlando vários parâmetros destes apps.

-

Disponibilidade

O Arturia Analog Experience THE FACTORY é oferecido no Brasil pela Quanta Store e pode ser adquirido online neste link. A Quanta Store também comercializa outros modelos da série Analog Experience, como o pequeno Player, com suas 25 teclas, e o bastante completo The Laboratory, de 49 teclas.

-

MusicApps sobre o Arturia THE FACTORY:

Construção e Durabilidade (5/5)
Facilidade de utilização: (4.5/5)
Portabilidade: (3.5/5)
Compatibilidade: (5/5)
Profissional: (4.5/5)
Preço: (4/5)
Geral: (4.4/5)

-

Conclusão e considerações finais:

O sintetizador híbrido Analog Experience THE FACTORY da Arturia reúne timbres de altíssima qualidade e um controlador bonito e muito bem construído. A utilização em conjunto do software e do controlador possibilita uma experiência muito interessante, inclusive muitas vezes dispensando o uso do mouse para navegar entre os timbres e realizar pequenas edições.

Se você adora timbres de sintetizador e gosta da ideia do controlador feito sob medida e uma grande coleção de sons de alto nível, o Analog Experience THE FACTORY é altamente recomendável! Ele pode ser seu pequeno teclado de home studio e poderá acompanhá-lo em viagens, além de ser uma boa opção para o palco. A compatibilidade com o iPad torna o controlador ainda mais versátil.


Posts Relacionados

22 Comments

  1. Miguel Marcos maio 19, 2011 at 11:01 am - Reply

    Muchas gracias por este review. Justamente estaba considerando el Arturia The Factory.

  2. Renan maio 19, 2011 at 11:09 am - Reply

    Qual o valor dele?

  3. Marcus Vinicius maio 19, 2011 at 2:35 pm - Reply

    podia ter mencionado que o teclado é feito pela CME, marca consagradíssima de controladores.

    • musicapps maio 19, 2011 at 5:13 pm - Reply

      Ei Marcus, tudo bem? Pois é. O primeiro modelo do The Factory tinha inclusive a inscrição "By CME" no corpo do teclado. Desde a apresentação do novo modelo, todas as referências à CME foram removidas do teclado, do site e de sua documentação. Procurei por algumas referências atuais que pudessem confirmar que o controlador continua sendo fabricado integralmente pela CME, mas não obtive uma fonte confiável. Por isso apresentei o produto apenas como a Arturia apresenta.

      Tenho um CME UF5 e o estilo do material utilizado na construção é semelhante. Senti apenas diferenças significativas na ação das teclas. Achei as teclas do Arturia melhores.

      Abraços!

  4. Fábio Pio maio 19, 2011 at 10:37 pm - Reply

    Oi Marcus, tudo bom? Sou leitor fanático do seu blog, parabéns pelo trabalho!

    Gostaria de saber (mudando de assunto), qual o software que você usa para a edição de vídeos, pois os mesmos ficam padronizados e bem visuais.

    Estou começando um vLog, por isso preciso de algo melhor para produzir meus vídeos.

    Abraços.

    Att.,
    Fábio Pio

    • musicapps maio 20, 2011 at 1:25 am - Reply

      Olá! Obrigado!

      Varia bastante. Estou sempre tentando experimentar programas de edição que facilitem mais a minha vida. Não há nada mais trabalhoso do que editar vídeos! rs
      Quando são vídeos simples uso o iMovie mesmo do Mac. Para o windows, seu correspondente é o Movie Maker, que já acompanha a maioria das instalações do SO da Microsoft. Porém, eles são ótimos se sua fonte de áudio e vídeo for a mesma e a tarefa envolver apenas cortes e pequenas edições. Sincronizar áudio e vídeo em ambos é um tormento.

      Para vídeo mais elaborados, ou que precisem de vários quadros na tela ao mesmo tempo, uso duas soluções. No Windows, o bom e velho Sony Vegas. Como estou acostumado com editores de áudio, trabalhar com ele é bem fácil. Tenho uma versão mais antiga e ela trabalha bem inclusive com vídeos HD.

      No Mac testei o Final Cut, mas simplesmente não me adaptei. Para editar rápido uso o ScreenFlow (vendido na Mac App Store). Ele grava vídeos da tela, da câmera e ainda permite importar outros vídeos para o projeto. Todos os vídeos do review do Arturia foram feitos com o ScreenFlow.

      Mais duas dicas: uma boa câmera que filme em HD e LUZ, muita LUZ! Gravo na madrugada a maioria das vezes e, para ficar com boa iluminação, coloquei uma lâmpada de led de luz branca forte em uma luminária de chão e ela resolveu todos os meus problemas.

      Espero ter ajudado! Boa sorte com o vlog! Depois mande o link!

  5. Lucas dezembro 15, 2011 at 12:18 pm - Reply

    Olá !!! cara comprei um controlador arturia de 49 teclas, mais tenho duvidas com relação a ligação dele.
    pra ligar ele na mesa de som eu tenho que tirar o sinal do computador? do mid? ou de uma placa externa?
    e também não consigo controlar o programa pelo controlador, só consigo pelo mouse.
    Por favor alguém me ajude.

    • musicapps dezembro 15, 2011 at 8:37 pm - Reply

      Lucas, tudo bem? Já chegou a dar uma lida no manual? Tudo que eu poderia te explicar por aqui costuma estar lá melhor explicado e ilustrado :) Qualquer problema, me fale! Abraço!

  6. LUIZ janeiro 20, 2012 at 10:06 am - Reply

    BOM DIA MARCUS, MIM DE UMA INFORMACAO, ADQUIRIR UM ARTURIA DE 32 E GOSTARIA DE SABER COMO EU USO ELE PRA CONTROLAR O REASON GOSTARIA DE USAR AQUELAS TECLAS DE 1 A 8 PARA TROCAS DE REGISTROS RAPIDOS COMO FAZER

  7. marco a oliveira outubro 9, 2013 at 4:19 pm - Reply

    ola,, nunca perco um só review seu. porem acho que a indicação do arturia player 25 teclas um grande erro. porque? simples, adquiri um e recebi hoje dia 09/10/13 as 13;00 horas,,,todo animado abri a caixa. e para minha surpresa o botão do Joystick quebrado e colado…..é……!! obs. comprei na quanta store, a qual me enviou o produto lacrado de fabrica… ou seja ,nota 000 para este produto. postarei um video no youtube mostrando esta falha grande da arturia…. Joystick muito,,mas muito mal feito mesmo…pior que de video game do paraguai.

    • musicapps outubro 10, 2013 at 11:11 am - Reply

      Marco, que pena que houve um problema no controlador que você recebeu! É bem raro de acontecer, acredito. Por aqui tenho vários produtos da Arturia e nunca tive problema nenhum com eles. Tenho The Laboratory 49 e o Minibrute e o acabamento de ambos é ótimo. Enquanto testei o Player 25 também não tive o menor problema. Espero que possa solucionar o problema o quanto antes com a Arturia. Abraços!

  8. Bruno Max janeiro 10, 2014 at 9:34 am - Reply

    Bom dia, instalei os drivers mas não consigo abrir o software do analogic Laboratory 49 solicita um registro e não consegui registrar porque esta diferente do manual as instruções do site

    • musicapps janeiro 10, 2014 at 3:33 pm - Reply

      Bruno, entre em contato com o suporte da Arturia para eles te auxiliarem no processo de instalação. Pode estar acontecendo alguma coisa no processo de validação das licenças no site. Abs

  9. João fevereiro 28, 2014 at 2:41 pm - Reply

    Boa tarde , estou a aprender piano e queria comprar um sintetizador bom para iniciantes …
    Da me alguma sugestão ?

    • musicapps março 5, 2014 at 10:09 am - Reply

      Você quer um sintetizador que tenha bons sons de piano para praticar o que está aprendendo? Ou um sintetizador para complementar e experimentar sons diferentes?

  10. João março 5, 2014 at 6:18 pm - Reply

    Olá eu queria um sintetizador que tenho bons sons que seja bom para praticar .

    • musicapps março 6, 2014 at 2:29 pm - Reply

      Acho legal apostar em algum sintetizador da Roland, como o Juno D. Ou da Yamaha, como um MM6. Eles possuem bons sons de pianos e contam com uma série de outros timbres interessantes. Mas, se a ideia for praticar piano, considere comprar um piano digital.

  11. João março 8, 2014 at 5:13 am - Reply

    Ok obrigado !

  12. abel agosto 8, 2016 at 10:39 am - Reply

    ola gostaria saber se esse software do arturia se pode se usar ele no m audio 61 keyboard ? sem mais obrigado desde ja

  13. musicapps agosto 9, 2016 at 1:04 pm - Reply

    pode ser usado com qualquer controlador MIDI. Abraços!

Leave A Response


9 − um =