Ligando vários acessórios musicais ao iPad com o Camera Connection Kit e um Hub USB alimentado

Se você acompanha o MusicApps, já sabe que é possível conectar ao iPad diversos acessórios musicais usando o adaptador Camera Connection Kit. Porém, novos aplicativos estão surgindo e com eles mais possibilidades para esta pecinha tão versátil. Um dos problemas de usar acessórios USB com o iPad é que o tablet não pode alimentar a grande maioria dos equipamentos com sua porta dock. Um Hub USB resolve a maioria dos casos e ainda pode fazer mais do que isso. Com o CCK e o hub USB é possível ligar e usar no iPad vários acessórios USB, musicais ou não, ao mesmo tempo.

Hub USB

O hub USB, para quem não sabe, é um acessório capaz de conectar vários dispositivos USB e oferecer energia extra, vinda da corrente elétrica tradicional, para alimentar estes equipamentos.

E o que isso significa para os músicos? Simples: trabalhar com vários teclados controladores externos e interface de áudio USB simultaneamente!

Nada disso será útil se não tivermos aplicativos que possam utilizar estes acessórios. Porém, desde que os desenvolvedores da Finger Pro anunciaram o recurso de Porta Midi Virtual, capaz de estabelecer a comunicação MIDI entre aplicativos musicais rodando em multitarefa, o Hub USB ficou ainda mais interessante. O usuário agora é capaz de tocar com diferentes apps musicais ao mesmo tempo e ainda controlá-los com teclados MIDI separados. Legal, não?

Fiz um vídeo para demonstrar toda esta ideia.

Como você pôde perceber, meu iPad 1 estava ligado a uma interface de áudio externa USB da Behringer (UCA222), a uma interface MIDIxUSB Michael e ainda a um teclado controlador USBxMIDI da M-audio. Tudo isto através do Hub USB alimentado, conectado ao Camera Connection Kit.

Interface UCA222 da Behringer: opção compacta para gravação de áudio com o iPad

Quer dizer que já podemos usar qualquer aplicativo dessa forma, com MIDI, em multitarefa e controlado por teclados MIDI diferentes? Definitivamente, não. Todo este conceito é muito novo. Temos apenas (até este post) 4 apps capazes de trabalhar com MIDI em background (MoDrum, BassLine, FunkBox e Molten Drum Machine) e os demais desenvolvedores têm que se interessar pelo recurso para que possamos vê-lo em outros títulos.

Tudo ficará mais interessante quando apps sintetizadores, ou com mais timbres, tiverem este tipo de funcionalidade. Isto poderá significar usar o iPad como um verdadeiro e completo módulo de timbres, controlando vários apps musicais ao mesmo tempo, com diferentes controladores MIDI.

Se tudo parece artesanal demais, é bom refletir um pouco. O que a Apple fez com o GarageBand foi reunir os melhores recursos oferecidos por desenvolvedores em seus apps, ao longo de um ano de trabalho, em um único app, bonito e simples. Se a utilização MIDI de apps em multitarefa ganhar espaço e se popularizar um pouco mais, podemos ter novidades pela frente, quem sabe vindas da própria Apple.

Uma novidade que está começando a ser comercializada e que mistura recursos de interface MIDI ao que o hub usb oferece é a iConnectMIDI (leia mais sobre ela aqui).

iconnectmidi

Ah, não posso deixar de comentar! Lembra que o iPad seria um dispositivo apenas para consumir conteúdo? Pois é. Se já não era uma verdade para o primeiro modelo, ficou sendo menos ainda para o iPad 2. Este vídeo do post foi todo filmado, editado e publicado com o tablet (iMovie). A trilha do filme foi gravada e produzida apenas com o GarageBand para iPad. A voz foi gravada com o iRig Mic.

Curta e compartilhe!