Instrumentos Virtuais, Mac, Matérias, Notícias, Outros Dispositivos, Reviews, Windows

Review Total Workstation 2 IK Multimedia (PC e Mac)

Marcus Padrini dezembro 7, 2010 1 Comment »

Os instrumentos virtuais para Mac e PC são ferramentas fundamentais de produção musical e pouco a pouco ganharam também os palcos. Já trabalho com instrumentos virtuais (VSTis) há mais de 6 anos e boa parte deste tempo usando estes instrumentos ao vivo. Sei bem como não é fácil atingir os timbres ideais ou estar preparado para configurar tudo e tocar com notebooks sem ter nenhum problema.

SampleTank

Recebemos recentemente da QuantaStore o pacote de instrumentos virtuais Total Workstation 2 (IK Multimedia) para testes. Ao ler a descrição do produto, fiquei muito curioso para testá-lo! Um grande pacote com 5 instrumentos virtuais e mais de 14 mil timbres devidamente categorizados.

Confesso que fiquei bastante receoso em relação ao tamanho dos programas, cerca de 28 gb no total (!). Minha preocupação maior era se meu (agora velho) Core 2 Duo, com Windows XP e apenas 2 gb de RAM seria capaz de encarar o desafio.

O que há no pacote?

Antes de contar como foi este teste, vou apresentar brevemente os integrantes do pacote Total Workstation:

- SampleTank 2.5 XL: realmente um tanque de guerra munido de milhares de timbres de ótima qualidade.
- Miroslav Philharmonik: solução completa com timbres de orquestra.
- Sonik Synth 2: Timbres de sintetizadores analógicos e digitais.
- SampleMoog: Timbres dos sintetizadores mais famosos do mundo, categorizados por modelo de equipamento.
- SampleTron: Seleção de sons diversos Mellotrons que marcaram a história da música.

O que há em comum entre eles? Todos tem como base a dinâmica de funcionamento do SampleTank e utilizam uma combinação poderosa de amostragem de instrumentos (samples) e recursos de síntese para modelar os sons.

O teste para o review

SampleMoog

Agora que já sabemos o que é o Total Workstation 2, vou explicar melhor o que me intrigou na descrição produto. Ao pensar em 28 gb de instalação, em 14 mil sons, em vários instrumentos virtuais com múltiplos canais (cada um carrega até 16 timbres de uma só vez), imaginei toda a solução voltada para produção. Considerei utilizar estes timbres em arranjos de composições em processo de produção.

Porém, o próprio fabricante diz que o Total Workstation 2 poderia sim ser uma solução para performance ao vivo. O que decidi fazer? Testar para valer.

Com show agendado, resolvi montar todos os meus timbres de teclado apenas com o Total Workstation e seus instrumentos. Como o produto se apresenta como uma solução para encontrar ótimos timbres sem ter dor de cabeça, decidi agir contra os meus princípios e, pela primeira vez na vida, montei um show totalmente baseado em presets. Tirando poucas configurações de efeitos, não alterei mais nada. Apenas selecionei os timbres de cada música e configurei meus teclados controladores.

SonikSynth

A primeira surpresa usando o Total Workstation: apesar de demorar um pouco para ser inserido nos softwares de áudio (Sonar, Cubase, Brainspawn Forte), uma vez carregados, os instrumentos virtuais são muito leves e rápidos. Trabalhei com um rack com os 5 instrumentos abertos, configurei diversas trocas de timbres e o resultado foi surpreendentemente rápido.

Na verdade, faz sentido. Apesar do espaço no HD impressionar, os samples do Total Workstation, mesmo com muita qualidade, geralmente tem menos de 100mb cada. Por ter base em samples, não será necessário um processador de última geração para rodar bem a solução. Os samples ficam na memória RAM e, de certa forma, aliviam o processamento da máquina.

Achando os timbres certos

Não demorei mais do que uma hora para configurar o set para um show com 9 músicas. Nesta banda precisava de orgãos, pianos, strings, mellotrons e alguns sintetizadores. Achar os melhores timbres para cada música não foi nada difícil. Existem muitas opções por instrumento, mas todas bem identificadas e categorizadas. Não chega a ponto de você passar mais tempo escolhendo timbres do que tocando.

Miroslav Philharmonik

Como queria usar os vários instrumentos do Total Workstation ao mesmo tempo, optei por usar o gerenciados de VSTis BrainSpawn FORTE, próprio para esta tarefa em performances ao vivo.

Uma outra alternativa seria carregar os instrumentos de todos os VSTis do Total no próprio SampleTank. Ele está preparado para abrir qualquer instrumento do pacote.

No palco

Estabilidade e velocidade na mudança de timbres foram as principais características do desempenho do Total Workstation ao vivo. Timbres claros e definidos nos PAs . Fiquei bastante satisfeito com o resultado.

No Estúdio

Se você faz trilhas, produções ou simplesmente quer registrar suas idéias de forma mais profissional, o Total Workstation 2 irá oferecer tudo que equipamentos muito caros apresentam em relação a timbres.

Por ter versões Plugin em vários formatos, compatíveis com PC e MAC, o Total Workstation 2 é uma ótima companhia para seu software de áudio. Abaixo, o áudio de um teste que realizei com os timbres do Sonik Synth 2, SampleTron, SampleTank e SampleMoog.

Testes com os timbres do Total Workstation 2 (IK Multimedia) para PC e Mac by musicapps

Limitações: separando o mito da realidade

Confesso que antes de realizar estes testes tinha sérias dificuldades para entender como funcionaria um instrumento virtual de Moog baseado nas gravações do instrumento original. Teria então que usar sempre o timbre gravado e nunca poder alterar nada? Se houvesse possibilidade de alterações, seriam elas realmente significativas?

SampleTron

A boa notícia é que a mistura de samples com síntese faz com que os timbres possam ser alterados. Obviamente você não terá todos os parâmetros do Minimoog para criar um som do zero. Mas o fundamental está ali: filtros, ressonância, ADSR, modulação, portamento e efeitos. Isto se aplica a todos os instrumentos do pacote.

Na minha opinião, o que incomoda um pouco é a limitação de alterações nos timbres de Hammond. Sempre estive acostumado a alterar drawbars e trocar a velocidade de caixa Leslie em tempo real. A solução em samples não dá esta flexibilidade. Para quem não sente falta disso, os timbres de órgão com certeza irão agradar.

Ficou curioso em relação aos sons do Total Workstation?

Tentei produzir um um vídeo completo mostrando timbres e funcionalidade (em 3 partes).

Resumo dos testes com o Total Workstation 2 (IK Multimedia)

Pontos positivos:

- Timbres de excelente qualidade em um pacote organizado e categorizado.
- Cinco instrumentos virtuais completos, uns funcionando como banco de timbres gerais e outros bastante específicos.
- Permite a customização dos timbres.
- Apesar do tamanho do conteúdo, os instrumentos virtuais do Total Workstation são leves e dinâmicos.
- Ótima solução para produção e também para performances ao vivo.
- O SampleTank permite carregar qualquer timbre dos outros instrumentos do pacote e pode ser usado como solução única para performances.

Pontos negativos:

- Você irá precisar de algum espaço no HD, cerca de 30 gb livres para a instalação.
- Se você depende da total alteração e customização de timbres de Hammond e Moogs, a ponto de programar estes timbres do zero, a experiência pode gerar algum estranhamento.

Conclusão

O pacote Total Workstation 2 cumpre plenamente o que promete, oferecendo instrumentos virtuais e timbres de excelente qualidade, da forma mais organizada e simples possível.  Para o trabalho em estúdio, os instrumentos virtuais do pacote irão facilitar e muito a tarefa de encontrar os timbres certos para as suas idéias.

No palco, seja como única ferramenta de timbres, seja utilizado em parceria com um gerenciador de plugins como o FORTE, o Total Workstation 2 é leve e estável. Creio que, para quem trabalha com música em desktops e notebooks, a solução da IK Multimedia é uma ótima opção para ter em qualquer lugar timbres de ótima qualidade, com versatilidade e bom desempenho.

A QuantaStore oferece o TotalWorkstation 2 no Brasil. Visite a página do produto no site.


Posts Relacionados

One Comment

  1. Tony Villa Ncva junho 28, 2012 at 10:30 pm - Reply

    Onde eu compro este pacote

Leave A Response


oito − = 4