Música no iPad: MIDI em todos os sentidos

Dando sequência aos artigos da série especial Música no iPad, hoje é dia de falar sobre a tecnologia MIDI no iPad. O iOS 4.2 foi anunciado com uma grande novidade para os músicos usuários do iPad: o tablet e outros dispositivos iOS agora seriam compatíveis com a tecnologia MIDI de forma nativa, por meio da API Core MIDI da Apple. [Leia nosso especial de perguntas e respostas sobre MIDI no iOS]

O que exatamente a tecnologia MIDI poderá fazer por você no iPad? Como usufruir desta possibilidade? Quais acessórios estão disponíveis e qual será a melhor opção para você? Ao final deste artigo você deverá ser capaz de responder a todas essas perguntas.

Midi e OSC sem fios

A primeira forma de conexão MIDI em dispositivos iOS foi a sem fios, geralmente configurada da seguinte forma: app com funcionalidade MIDI instalado no dispositivo e ligado à mesma rede wi-fi de um computador com um software cliente, responsável por receber as informações do app e convertê-las em comandos MIDI para outros programas.

Outra forma possível é estabelecer uma conexão sem fio direta entre o dispositivo iOS e o notebook ou comptador com wi-fi, dispensando o uso de roteadores e garantindo maior portabilidade. Vários apps usaram este modelo e fizeram sucesso, como os aplicativos da ITM.

Também surgiram para o iOS os apps compatíveis com a protocolo OSC (Open Sound Protocol), uma linguagem aberta para a transmissão de parâmetros musicais, suportado diretamente por alguns softwares musicais, como por exemplo o Apple Logic. Apesar de excelente, a maioria dos instrumentos virtuais de Mac e PC não oferece suporte ao OSC.

A solução encontrada foi utilizar um bom app controlador OSC no iPhone/iPad e um software capaz de converter mensagens OSC em MIDI no desktop Mac ou PC. Os destaques desta possibilidade são os aplicativos TouchOSC para iOS e o OSCulator para Mac. O TouchOSC tem uma interface incrível e um editor para Mac e PC que permite criar seus próprios layouts.

Neste vídeo, demonstrei esta solução para controlar um instrumento virtual.

As notícias não tão boas desta solução de MIDI sem fio eram duas: a falta de padronização, já que diversos apps usavam aplicativos clientes variados para estabelecer a conexão com o computador Mac ou Pc.  O outro ponto é que nem todo músico que trabalha com instrumentos virtuais ou softwares de áudio ao vivo – e precisa de baixíssima latência – está disposto a comprometer o desempenho de seu sistema com uma conexão sem fio ativa.

Mesmo assim, ainda considero o TouchOSC um app mais do sensacional.

Para DJs o grande lançamento do iPad foi o Touchable, um aplicativo capaz de controlar o famoso software Ableton Live, com muitos recursos. DJs de diversas partes do mundo já incorporaram o iPad com o Touchable a seus sets.

Midi com acessórios dedicados

O acessório que se firmou como a solução para conexão MIDI entre dispositivos iOS e demais equipamentos MIDI  foi a MIDI Mobilizer. Desenvolvida pela Line 6, a interface é bem construída e extremamente portátil. A idéia é simples e funcional: uma pequena peça se conecta ao dock do dispositivo e dela saem cabos MIDI. [Leia nosso review completo da MIDI Mobilizer Line 6]

Mesmo com o lançamento do iOS 4.2 e com a primeira leva de apps compatíveis com MIDI nativa no iOS 4.2, ainda considero a MIDI Mobilizer como uma das melhores possibilidades de ligação MIDI para o iPad e outros dispositivos iOS.

Na verdade, a MIDI Mobilizer traz o benefício de isolar o computador do processo de conexão entre o iPad e um dispositivo MIDI convencional, sendo uma excelente opção para ligar iPads e iPhones a teclados MIDI tradicionais, módulos sintetizadores e outros equipamentos mais antigos, incluindo sintetizadores vintage.

A parte ruim? Para funcionar com a MIDI Mobilizer, os desenvolvedores têm que adaptar seus aplicativos, implementando a compatibilidade com o dispositivo. Este processo é ligeiramente burocrático e, apesar de gratuito para o desenvolvedor, exige permissões e avaliações por parte da Line 6, desenvolvedora do acessório e do padrão de comunicação.

Fiz alguns vídeos demonstrando a MIDI Mobilizer usando o iPad como controlador MIDI e também controlando apps do iPad com teclados MIDI externos.

Entre os apps já compatíveis com a MIDI Mobilizer, destaco: NLog Synth PRO, BS16-i, S1MidiTrigger, NanoStudio, Pianist Pro e Music Studio. Grande parte deles poderá controlar ou ser controlado via MIDI Mobilizer.

MIDI no novo iOS 4.2

O grande diferencial do iPad em relação a iPhones e iPods Touch, no que se refere à conexão MIDI, veio com a chegada do iOS 4.2. O tablet é o único capaz de fazer a ligação MIDI x USB utilizando o acessório Apple Camera Connection Kit. Desta forma, é possível ligar um teclado controlador USB ao tablet usando um simples cabo USB e o acessório.

Porém, a novidade chegou com um balde de água fria. O iPad até sua versão 3.2 do iOS era capaz de fornecer alimentação para alguns acessórios, incluindo interfaces de gravação. O mesmo era esperado para diversos modelos de teclados MIDI USB do mercado. Porém, com o iOS 4.2 a Apple limitou o fornecimento de energia pela porta dock do iPad e ele praticamente não é mais capaz de alimentar nenhum equipamento do gênero.

Isto não quer dizer que o modelo não funcione. Porém, agora, além do Camera Connection Kit e o cabo USB, será necessário também um Hub USB alimentado, para fornecer energia ao equipamento, ou um teclado controlador que já tenha fonte de alimentação própria.

Outro detalhe importante: nem todos os modelos de controladores MIDI USB irão funcionar. A regra é bem simples. Se seu controlador funciona em PCs e Macs como deveria, sem a instalação de nenhum driver especial, teoricamente ele será capaz de funcionar com o iPad. Fiz testes com pelo menos 3 controladores de marcas diferentes (Edirol, M-audio, Prodipe) e todos funcionaram adequadamente.

O iPad também conta com os outros benefícios da implementação da API Core MIDI, uma das mais interessantes é o fato do tablet poder ser reconhecido por computadores Mac como controlador MIDI sem fio, sem nenhuma configuração especial, podendo ser usado dentro de qualquer software MIDI compatível.

Assim como no caso da MIDI Mobilizer, a adequação e o aparecimento de apps compatíveis com a novidade MIDI do iOS 4.2 é lenta. Três ou quarto apps surgiram nos dias seguintes ao lançamento do novo iOS e atualmente vivemos um período bem mais calmo.

Veja um vídeo que demonstra a utilização do Camera Connection Kit para ligar um teclado USB ao iPad. Via MooCowMusic

Aplicativos como o Nlog Synth PRO, Minisynth PRO e S1MidiTrigger já são compatíveis com a novidade. Outros destaques recentemente lançados são: Midi Touch, app controlador MIDI no estilo do S1MidiTrigger e o Midi Monitor, app gratuito ideal para testar a compatibilidade e monitorar o envio de mensagens de equipamentos MIDI ligados ao iPad.

O que é melhor para você?

Esta é a pergunta mais importante deste texto. E a resposta, por incrível que pareça, é uma outra pergunta: qual é a sua necessidade?

Vou ilustrar algumas situações:

– Se você é DJ, não quer mais fios no set, wi-fi não diminui a performance de seus softwares e está funcionando sem nenhum problema, o iPad em si já é o suficiente. Ele e um note farão uma ótima dupla, perfeita para controlar softwares como o Ableton Live.

– Se você é tecladista ou guitarrista e tem uma série de equipamentos, novos ou velhos, com as tradicionais entradas e saídas MIDI, como pedaleiras, teclados controladores e sintetizadores, sem dúvida a melhor opção é a MIDI Mobilizer. Nada de HUB USB, nada de cabos ligados em adaptadores de câmera. Uma única peça e seu problema está resolvido.

– Porém, se você deseja trabalhar com a segurança de um cabo, mas gosta mesmo é de controlar instrumentos virtuais e softwares no computador, com certeza o melhor investimento é o Camera Connection Kit (Original! Testamos o genérico e ele não funciona adequadamente). Você terá que ter um pouco mais de paciência para descobrir se seu teclado é compatível com o iPad e ter a consciência de que, mesmo aprovada pela Apple, a utilização do Camera Connection Kit + hub alimentado USB para esta ligação MIDI ainda parece ser uma certa gambiarra “solução técnica”. Porém, não deixa de ser funcional.

Antes de decidir sua compra, é fundamental saber se existem apps musicais, de seu interesse, compatíveis com o acessório que está pesquisando. Não necessariamente o app que você gosta muito será um dia compatível com todos eles, isto está exclusivamente na mão dos desenvolvedores.

Este foi o terceiro post do especial Música no iPad. Ainda nesta semana, falaremos sobre as como fazer gravações com o iPad, o iPad como instrumento de performance ao vivo e sobre sua possível importância na educação musical.

Os artigos são diários então fique ligado no MusicApps!

Gostou das informações do post?  Tem alguma outra que você gostaria de compartilhar? Mande pra gente com seu comentário abaixo!

Curta e compartilhe!