Especial Musica no iPad, Guias e Tutoriais, Matérias, Notícias, iPad, iPhone/iPod Touch

Música no iPad: com o tablet no palco?

Marcus Padrini dezembro 13, 2010 3 Comments »

Estamos quase chegando ao fim da série de posts especiais Música no iPad. Hoje vamos falar sobre a presença do tablet da Apple nos palcos.  Vamos ampliar o sentido de palco. Queremos falar do iPad sendo utilizado em qualquer atividade musical de forma profissional. Isto também irá envolver DJs, instrumentistas, cantores e mais uma série de profissionais que podem se interessar pelo tablet.

Um dos primeiros e mais famosos músicos a se envolver com o iPad foi o tecladista da banda Dream Theater Jordan Rudess. Ele é o criador do app MorphWiz, bastante premiado e reconhecido como um dos melhores apps musicais para iOS.

Antes mesmo do MorphWiz,  Jordan já se apresentava com iPhones e iPads por aí. Recebeu até mesmo de presente uma versão customizada do app Bebot, com um mágico no lugar do famoso robô do aplicativo.

Não demorou para que músicos eruditos também decidissem brincar com o iPad no palco. O jovem e bastante famoso pianista chinês Lang Lang se aventurou em uma performance com o tablet, tocando Flight of the Bumblebee, com o Magic Piano da Smule. Pode ser também que vejamos em breve nos concertos partituras sendo exibidas no iPad.

Em julho deste ano, a o tecladista da banda inglesa Squeeze inovou com um solo de Pianist Pro no iPad em um programa de TV de muita audiência.

Na semana passada foi a vez da banda da igreja de North Point  fazer uma apresentação com inúmeros iPads no palco.

Neste final de semana que passou foi para o Youtube a performance do rapper Tinchy Stryder e seus 21 iPads em uma loja que vende o tablet.

O que todos estes exemplo têm em comum além dos iPads? O apelo da novidade. Alguns foram feitos exclusivamente para mostrar esta faceta musical do tablet da Apple, outros para serem virais da internet, já com clima de produção de comercial de TV.

Mas e depois que a novidade passar? Continuará o iPad sendo utilizado nos palcos por músicos de todo o planeta?

Não é fácil prever o futuro, mas antecipo a minha opinião. Creio que esta e as novas versões de iPad estarão presentes nos palcos, mas talvez não desta forma que está “pipocando” no Youtube todos os dias.

No caso dos instrumentistas, acredito que acabarão optando por aplicativos de extrema qualidade, com bons timbres e, mais importante ainda, com ótima tocabilidade. Timbres e tocabilidade são fundamentais para transformar um app em um verdadeiro instrumento. [Leia o artigo especial sobre o assunto] A vocação do iPad para controlador MIDI também não pode ser desconsiderada.

Do lado dos profissionais que não precisam de grandes recursos de tocabilidade como instrumento, o iPad já está se consolidando. Inúmeros DJs já contam com o tablet em performances em todo o mundo. Boa parte deste sucesso é motivada pelo app Touchable. No Brasil, o Ilan Kriger é um excelente exemplo. [Conheça o ótimo blog do Ilan]

via seanlinman

Cantores e demais músicos também irão contar com acessórios especialmente desenvolvidos para levar o iPad para o palco. É o caso do iKlip da IK Multimedia, uma espécie de suporte para iPad universal para pedestais de microfone. O produto será lançado em breve, inclusive no Brasil.

iKlip da IK Multimedia

Os aplicativos simuladores de efeitos e amplificadores também não param de evoluir. A nova versão do Amplitube para iPad e do AmpKit estão cheias de novidades e não vai demorar para que “tablets de guitarra” comecem a aparecer nos palcos.

Com a conectividade MIDI nativa do iOS 4.2 e interfaces MIDI específicas para o iPad, novidades não param de surgir. Uma delas é para os profissionais de iluminação. Confira o exemplo de utilização do iPad controlando luzes, através do Camera Connection Kit e DMX (app Luminair):

Outras novidades bastante aguardadas para o usar o iPad no palco são a sensibilidade à pressão em aplicativos musicais (melhoria de tocabilidade e expressão) e apps que são capazes de conectar vários iPads e transformá-los em um só instrumento.

Como músico e dono de iPad há vários meses, já testei uma infinidade de apps musicais. Por enquanto, dois fazem parte do meu equipamento de palco: o MorphWiz e o S1MidiTrigger, para controlar parâmetros de sintetizadores e disparar notas MIDI. Tenho tocado bastante nos últimos dias do o aplicativo Mugician. Consegui uma versão interessante do app com o desenvolvedor e em breve vou falar sobre a novidade por aqui.

iPad com tela sensível à pressão? Apps que irão substituir os instrumentos virtuais de computador? Um modelo de iPad futuro específico para músicos? É bem difícil dizer o que pode vir logo à frente. Por enquanto, o talento de desenvolvedores e a criatividade dos músicos irão fazer com o que o tablet apareça mais e mais nos palcos pelo mundo!

Este foi o quinto post do especial Música no iPad. O último artigo da série de posts especiais será sobre a possível importância do iPad na educação musical.

Os artigos são diários então fique ligado no MusicApps!

Gostou das informações do post?  Tem alguma outra dica ou dúvida que você gostaria de compartilhar? Mande pra gente com seu comentário abaixo!


Posts Relacionados

3 Comments

  1. Roger dezembro 14, 2010 at 12:00 am - Reply

    É, as possibilidades para uso profissional do iPAd são infinitas… tenho certeza que ele tem vocação para substituir o notebook no palco.

    E olha que vc só explorou a parte "instrumento" Eu acho que ele tem uma ótima ferramenta para visualizar partituras ou letras. Espero que em breve surja um aplicativo para edição de parituras, aí matou!

    Ótimo post, parabéns.

    • Marcus Padrini dezembro 14, 2010 at 6:54 am - Reply

      Eu até citei a questão da partitura, mas não desenvolvi muito é verdade. Acho que potencial para substituir o notebook há, apenas uma série de recursos terá que ser implementada/liberada pelo iOS. Os aplicativos e o hardware também terão que evoluir. Ontem mesmo comentei no Blog iPad Creative, em uma postagem em que um músico afirmava que não tem nada que o pc dele faz que ele não consiga fazer no iPad para criação musical. Ainda não é bem assim. O dia que tivermos apps de gravação que gravam o áudio de outro app rodando no mesmo iPad, ou uma maneira de tocar com vários aplicativos, ao mesmo tempo, aí sim poderemos estar próximos de ver esta substituição.

      Por enquanto, como você disse bem, há potencial :)

      Grande abraço!

  2. Arturo abril 25, 2013 at 12:07 am - Reply

    Amigos,

    Sou músico amadorl. Vocês conhecem e indicam um bom aplicativo para tocar playbacks que mudo o tom do mp3? Obrigado.

Leave A Response


+ cinco = 13