Especial Musica no iPad, Guias e Tutoriais, Matérias, Notícias, iPad, iPhone/iPod Touch

Música no iPad: Apps para todos os gostos!

Marcus Padrini dezembro 6, 2010 11 Comments »

Nesta semana, preparamos um especial sobre o iPad como gadget para músicos. Serão seis artigos comentando cada uma das funcionalidades do tablet para quem deseja utilizá-lo com finalidades musicais. O primeiro texto é sobre a diversidade e a evolução de aplicativos musicais disponíveis para o iPad.

O iPad chegou há pouco no Brasil e é claro que a maioria das pessoas já sabe que o tablet oferece muitas possibilidades. Navegar na internet, ver vídeos, ouvir músicas, trabalhar com texto, planilhas e apresentações, etc. Porém, o grande destaque é justamente poder escolher entre milhares de aplicativos na Apple App Store.  Por lá temos inúmeras categorias, aplicativos bons e ruins, baratos e caros, gratuitos e pagos.

Em uma destas categorias, um movimento diferente começou a acontecer, ainda no iPhone. Em meio a aplicativos de bandas e artistas, e de letras de músicas, começaram a surgir apps específicos para se fazer música no iOS. Os primeiros eram bem básicos, mas não demorou para que usuários e desenvolvedores percebessem que a tela multi-touch, a capacidade de processamento e a tecnologia avançada de multimídia dos dispositivos iOS seriam um campo fértil para que os produtos se tornassem bastante úteis no processo de criação musical.

Chega então o iPad. Tela  bem maior, melhor resolução, mais espaço para a interface de aplicativos. O tablet também traz um falante interno de respeito, muito superior aos de iPhones e iPods Touch. Além disso, um detalhe que faz toda diferença: até 10 horas de bateria. Leve, fino, com grande autonomia de bateria e usando o mesmo sistema operacional de iPhones e iPods, já recheado de aplicativos musicais, seria impossível não considerar o iPad para se fazer música.

Desenvolvedores começaram a investir no lançamentos de apps universais ou específicos para o tablet. A primeira grande vantagem do tamanho do display foi poder enfim ter mais tocabilidade nos apps que apresentam teclas virtuais de piano em suas interfaces. Outro ponto positivo é poder ver muito mais elementos de interface ao mesmo tempo na tela.

Quase um ano após seu lançamento oficial, muitos bons aplicativos musicais surgiram, alguns bastante profissionais, outros simplesmente muito divertidos. Vamos dar algumas dicas para diferentes perfis de usuário.

Guitarristas

Guitarristas poderão contar com apps bastante variados. Para quem quer brincar de tocar guitarra ou violão na tela do iPad, uma boa dica é o Six Strings.

Para ligar a guitarra ao tablet e usá-lo como processador de efeito, as dicas são: AmplitubeAmpKit+, iShred Live, StompBox e Pocket Amp.

Há ainda opções para quem quer melhorar no instrumento ou trabalhar com tablaturas: os apps Guitar Tools, Tab Tool Kit, GuitarToolKit e LickOfTheDay são excelentes opções.

Tecladistas

O terreno é fértil para os tecladistas no iPad. Grande parte dos apps musicais para o iPad conta com teclado virtual no estilo de piano.  Destaco os sintetizadores KORG  iMS-20, miniSynth PRO, nLog Synth PRO e ProKeys. Os pianos Pianist Pro, Magic Piano e o EchoPiano Pro.

Há ainda boas opções de simulações de Mellotron (M3000 HD e Ellatron Pro) e vocoders (iVoxel e ImproVox). Não deixe de conferir as dicas para compositores.

Vários destes apps já são compatíveis com a tecnologia MIDI, mas falaremos mais sobre em um dos posts especiais desta semana.

Compositores

MusicStudio

Cada vez há mais apps de qualidade para quem quer desenvolver idéias no iPad. Destaque desde seu lançamento, o NanoStudio, mesmo sendo um app original para iPhone e rodando em modo compatibilidade, fica melhor na tela grande o tablet e é cheio de recursos.

O iSequence para iPad é ainda mais completo do que sua versão para iPhone e é uma ótima mistura de sequenciador, samples e bancos de timbres para trabalho em várias pistas.

O MusicStudio é outra grande alternativa para compositores. Timbres de boa qualidade, expansível, compatível com MIDI e com interface descomplicada, é também um ambiente completo para desenvolver e registrar idéias.

Bateria e Percussão

Parte da categoria Music da App Store é dominada pelos apps de bateria e percussão. Isso não quer dizer que todos sejam pelo menos descentes. Boa parte não é.

Como apps realmente úteis destaco o D-volution, Shiny Drum3D Drum Kit e BarrelTones. Além dos apps para tocar bateria, existem bons apps de percussão e Drum Machine como o Beat Vibe e   Beatwave.

Confira também as dicas para DJs e música eletrônica.

DJs e música eletrônica

Outra categoria de destaque e com muitos títulos interessantes. Os destaque são, sem dúvidas, o recém lançado Djay para iPad e controlador do Ableton Live TouchAble, mas além deles existe uma série de ótimos apps sequenciadores, drum machines, geradores de ruídos e efeitos e instrumentos experimentais.

Boas dicas: bleep!BOX, Loopseque e Reactable.

Para gravar com o iPad

Vamos ter um artigo especial sobre o tema esta semana, mas já posso adiantar o que existe de melhor para esta finalidade. O MultiTrack DAW é, na minha opinião, o app de gravação mais versátil e simples de utilizar. Permite gravação multipista.  Outras ótimas opções para gravação em várias trilhas são: studio.HD (mais voltado para a utilização de loops) e o StudioTrack (destaque por ter efeitos embutidos) e o padrão copy/paste da Sonoma Wire Works.

Para a gravação de faixas individuais, o TwistedWave é bastante versátil e permite gravação em background no iOS 4.2.

Quer experimentar?

Por último, mas não menos importantes, temos os apps inovadores e experimentais. Tudo bem que você pode não achar utilidade nenhuma em alguns, mas outros são verdadeiros novos instrumentos musicais rodando em seu iPad.

O MorphWiz é campeão de tocabilidade. O Mugician exige alguma prática, mas também é muito bom.  Aparentemente abandonado pelo seu desenvolvedor, o ExpressionPad tem um dos conceitos mais interessantes que já vi. O ThumbJam é altamente customizável e tem alguns timbres impressionantes. O visual e os timbres do Seline HD também me agradam bastante. O SoundPrism exige mais criatividade, mas tem boa qualidade sonora e um conceito original.

O iPad no controle

Em outro artigo especial da semana falarei apenas sobre o iPad e a tecnologia MIDI, a história da compatibilidade que está fazendo o tablet entrar na lista de novos controladores para profissionais da música para as mais diversas finalidades.

Já adianto os apps que são destaque na categoria:  S1MidiTrigger, bs-16i, Pianist Pro, NLog PRO, TouchOSC, Midi Monitor e Midi Touch.

Música erudita

Nem passa pela sua cabeça usar o iPad para tocar? Acha um verdadeiro pecado trocar seu piano por teclas que nem são de verdade? Não existe nenhum app interessante relacionado ao instrumento que você toca?

Bom, é provável que ainda assim você precise de um metrônomo (O Metronome da Steinway é para iPhone, mas funciona muito bem no iPad), deseje gravar o que você toca (ver dicas para gravar no iPad) ou queira um bom e funcional leitor de partituras.  O PageTurner, o Pianissimo e o Masterdaelion são ótimas opções para você armazenar e ler suas partituras. Alguns com recursos avançados para a mudança de páginas automática.

Além de todas estas dicas, não podemos esquecer dos apps muito úteis para cantores e bandas como gerenciadores de setlist e outros para visualizar letras de músicas. Para setlist indico o app de mesmo nome. Para letras é mais complicado, pois qualquer editor de texto poderá cumprir a função.

Este foi o primeiro post do especial Música no iPad. Ainda nesta semana, falaremos sobre as características físicas do iPad para músicacomo fazer gravações com o iPad, todas as possibilidades MIDI do tablet, o iPad como instrumento de performance e sobre sua possível importância na educação musical.

Os artigos são diários então fique ligado no MusicApps! :)

Gostou das dicas de aplicativo?  Tem alguma outra que você gostaria de compartilhar? Mande pra gente com seu comentário abaixo!


Posts Relacionados

11 Comments

  1. Juarah dezembro 6, 2010 at 9:26 pm - Reply

    Vou está ligado! Esta matéria é muito útil pra

    mim, pois estou na dúvida se o compro agora

    ou deixo pra comprar a próxima versão!

    excelente BLOG !

    Abraços .

    • Marcus Padrini dezembro 7, 2010 at 7:26 am - Reply

      Acho que nada de muito grandioso deverá aparecer na segunda versão do iPad. Se você já está querendo e podendo comprar um, no seu lugar não esperaria. Na pior das hipóteses vc simplesmente venderá a versão atual para comprar a nova. :)

  2. Juarah dezembro 7, 2010 at 9:07 am - Reply

    Valeu pela dica!

  3. Rogério Nasci dezembro 7, 2010 at 4:40 pm - Reply

    Sempre acompanho este blog, muito bom!

    Existe aldum "Editor de Partitura" similar ao Finale ou SIbelius para iPad?

    • Marcus Padrini dezembro 8, 2010 at 10:06 am - Reply

      Ei, Rogério! Obrigado! Como respondi no outro post que você comentou, nada neste sentido por enquanto.

  4. rsantos janeiro 14, 2011 at 1:40 pm - Reply

    Alguem pode me responde,a onde eu posso achar um aplicativo para copia partituras
    Rsantos

  5. Lunam julho 14, 2012 at 4:58 pm - Reply

    Gostaria de colocar partituras feitas no encore ou finale para ler no iPad é possível?
    Luna

    • musicapps julho 15, 2012 at 8:45 pm - Reply

      Com certeza. Até mesmo exportando estas partituras para PDF e inserindo no app iBooks.

  6. Vadoaju março 8, 2013 at 9:05 pm - Reply

    Gostaria de saber se existe algum app para gravar aulas, o professor falando, tem gratuito?

    • musicapps março 10, 2013 at 5:26 pm - Reply

      Sim. Vc pode procurar por audio recorder na app store, há dezenas de apps gratuitos para esta finalidade.

Leave A Response


nove + = 11