Instrumentos e Acessórios, Matérias, Notícias, Reviews, iPad, iPhone/iPod Touch

Review iPod Touch 4G: o pequeno notável da Música Móvel

Marcus Padrini novembro 17, 2010 2 Comments »

Antes de pensar que este título é tendencioso, parcial, ou sensacionalista, faço o convite para uma reflexão: que outro dispositivo com 110×59×7 mm, pesando apenas 101g é capaz de rodar e armazenar centenas de aplicativos musicais, ser um controlador MIDI, ser controlado por um equipamento MIDI, fazer gravações de instrumentos e voz, funcionar como simulador de efeitos e amplificadores para guitarras e oferecer diversas outras ferramentas para músicos, com muita velocidade e estabilidade?  Mesmo não tendo sido desenvolvido com esta única finalidade, este é o iPod Touch 4G.

Este review será diferente da maioria que você já leu sobre o novo iPod Touch. A idéia aqui é analisá-lo do ponto de vista de quem deseja fazer música com este dispositivo. Pouco importa se você já é músico profissional, amador, ou simplesmente está começando a ter contato com música agora. Pretendo mostrar se o iPod Touch 4G pode ser uma boa solução para todos estes públicos que querem estar envolvidos com música móvel.

Ao longo do review, não deixe de observar os links especialmente selecionados. Todos eles irão abrir outra aba ou janela, sempre trazendo informações importantes sobre o assunto ou aplicativo em questão, utilizando material que já publicamos no MusicApps. Boa leitura!

O dispositivo

Ele não é um iPhone sem telefone, um iPad miniatura e nem muito menos um simples mp3 player. O novo iPod Touch tem suas particularidades. É o menor, mais fino e mais leve dispositivo a rodar o iOS, o sistema móvel da Apple. Sua versão de 4ª geração é ainda mais fina que as anteriores, conta com tela multi-touch de display retina, com altíssima resolução.

Com pouco mais de meio centímetro de espessura, o iPod Touch vai confortavelmente em qualquer bolso. O peso, ou a falta dele, também é uma vantagem: apenas 101g. A construção do iPod Touch 4G não é muito diferente dos modelos anteriores. Como todos os dispositivos iOS, é um equipamento durável e resistente, mas que requer cuidados para mantê-lo esteticamente bonito. A começar com a parte de trás de aço inox polido, que já ganha algumas marcas imediatamente após sair da caixa.

O novo iPod Touch vem com uma câmera capaz de tirar fotos e  fazer filmes em HD, conexão wi-fi e Bluetooth. Possui microfone e auto-falante embutidos, saída para fones de ouvido e bateria com autonomia de até 7 horas de reprodução de vídeo, ou até 40 horas para áudio. O auto-falante embutido é baixo e emite som suficiente apenas para ouvir minimamente o que você está fazendo nos apps musicais. Usar este som com qualquer propósito sério está fora de questão. Em compensação, a saída de fones de ouvido aprensenta baixo ruído e se comporta muito bem ligada a amplificadores e caixas de som de maior potência.

Outra característica importante é que o iPod Touch 4G carrega o mesmo processador do iPhone 4 e do iPad e tem a mesma quantidade de memória RAM do tablet. Ele também está na lista para receber o novo iOS 4.2, sistema multi-tarefas, que trará ainda mais funcionalidades para utiliza-lo como ferramenta musical.

O iPod Touch 4G e suas possibilidades musicais

Desde o lançamento do primeiro modelo de iPod Touch existe quase 100% de compatibilidade entre os aplicativos desenvolvidos para o iPhone e o dispositivo. Este “quase” existia em função de diferenças de hardware. O iPod Touch nem sempre teve auto-falante e microfone embutidos, o que podia gerar não funcionamento de alguns apps de iPhone que utilizassem estes equipamentos. O modelo de 4ª geração tem ambos e ainda traz o giroscópio, também presente no iPhone 4. Como ferramenta musical o iPod Touch 4g tem exatamente as mesmas funcionalidades do iPhone 4.

Mas realmente, o que se pode fazer com isso? Quais as alternativas para quem quer usar o iPod Touch para fins musicais? Existem apps e acessórios que vão agradar de amadores a profissionais?

Vamos exemplificar:

Diversidade de apps musicais

Na App Store da Apple existem mihares de títulos na categoria música, algumas centenas de apps para se fazer música e algumas dezenas de aplicativos que realmente valem a pena para músicos. A falta da categoria “Music Creation”ou “Instrumentos Musicais” na App Store faz com que o trabalho de achar bons apps musicais seja realmente árduo.  Para cada 5 apps da Lady Gaga, você terá um outro com finalidade criativa e provavelmente ele não será ótimo.

Este foi inclusive o principal motivo da criação do MusicApps: tentar filtrar o que realmente interessa para quem busca fazer música nestes dispositivos.

De toda forma, mesmo com milhares de apps que não ajudam em nada, existem diversos que são realmente dignos de destaque e que fazem a diferença. Sem a utilização de nenhum acessório para o iPod já é possível se divertir (ou trabalhar) bastante com sintetizadores como o nLog, tocar guitarra na tela com o iShred, explorar apps inovadores como o MorphWiz, ficar perdido nas diversas opções de apps para bateria e conhecer as novas possibilidades de se fazer música com o giroscópio e o acelerômetro, com o GyroSynth e o Invisible Drum. Além destes, dezenas de outros ótimos apps estão disponíveis, pagos e gratuitos na App Store. No blog damos dicas diárias de ótimas opções para o iPod Touch.

Grande parte dos bons aplicativos de áudio para iOS contam com o recurso copiar/colar. Desta forma é possível importar e exportar áudio de um aplicativo para o outro e ter resultados ainda melhores.

Gravação e processamento de efeitos

Com alguns acessórios o iPodTouch pode se transformar em uma ferramenta de gravação bastante completa. Com um cabo simples para ligação de instrumentos no dispositivo, ou com interfaces mais elaboradas, é possível ligar guitarras, violões e microfones ao iPod e gravá-los com apps específicos. Uma ótima opção é o app FourTrack da Sonoma Wire Works, que permite gravação multipista.

Para guitarristas e baixistas


Com adaptadores como o iRig e AmpKit Link, o iPod Touch funciona como solução para guitarristas e baixistas, simulando amplificadores e efeitos com baixíssima ou nenhuma latência perceptível. Algumas opções de aplicativos com esta funcionalidade: Amplitube, AmpKit, iShred Live e PocketAmp. Estes apps são ótimos para estudo e prática e podem também fazer parte de um ensaio ou gravação, com boa qualidade de timbres.

Existem também os apps desenvolvidos com a finalidade de ensinar a tocar guitarra e outros que visam a melhoria da técnica dos guitarristas, além de oferecer um kit com ferramentas importantes para estes músicos. Três bons exemplos: Guitar World Lick of The Day, TabToolKit e GuitarToolKit, todos desenvolvidos pela Agile Partiners.

Produzindo suas idéias musicais

Trabalhar em aplicativos como o NanoStudio e o MusicStudio ficou ainda melhor no novo iPod Touch. Com estes apps é possível realizar todo o processo de produção de uma idéia musical, com a presença de diversos instrumentos diferentes, múltiplas faixas, mixagem e exportação do trabalho para arquivo de áudio.

Mais versatilidade com MIDI

Todos os dispositivos iOS são compatíveis com a interface MIDI Mobilizer da Line 6 e aqueles que receberem a atualização do iOS 4.2 também serão compatíveis com a tecnologia MIDI via rede. Desta forma, aplicativos musicais podem ser controlados por teclados e equipamentos MIDI e podem também controlar outros dispositivos por meio da tecnologia.

Vamos imaginar duas situações. Na primeira, você está trabalhando apenas com seu notebook e gostaria de produzir qualquer idéia que acabou de ter. Porém, você não tem um teclado MIDI perto, nem nenhuma interface. A única maneira seria escrever as notas manualmente em seu software de produção, ou usar as teclas do teclado do note com algum programa especial.

Neste caso, com um dispositivo iOS 4.2, como o novo iPod Touch, tudo que você irá precisar é de uma conexão sem fio, até mesmo feita diretamente entre o note e o dispositivo. No caso de PCs pode ser necessário um software intermediário. Para Macs, o notebook já irá reconhecer o iPod como um controlador MIDI pronto para uso com aplicativos compatíveis.

Daí, basta gravar a sua bateria usando pads de um controlador como o S1MidiTrigger e as notas musicais com um teclado virtual do bs-16i, NanoStudio ou MusicStudio.

A segunda situação é a seguinte: você deseja usar seu iPod Touch como controlador MIDI para equipamentos antigos que você já tem, como sintetizadores, módulos, etc. Basta conectá-lo à interface MIDI Mobilizer e acessar um aplicativo controlador. Desta maneira, seu iPod Touch estará pronto para controlar qualquer equipamento MIDI convencional.

Também via MIDI Mobilizer você será capaz de controlar o iPod com teclados MIDI, o que é muito útil para aplicativos de performance como o nLog Synth MIDI ou para os de composição como NanoStudio e MusicStudio.

Preço e disponibilidade

Nos Estados Unidos, o iPod Touch 4G com 8gb custa 229 dólares.  Na loja brasileira, o mesmo modelo é vendido por 749 reais. Sendo que deste valor 236 reais são taxas e impostos. A Apple envia o produto em até dois dias úteis, parcela em até 12x sem juros e não cobra frete.

Por tudo que o novo iPod Touch oferece para música, e também além dela, é impossível considerar seu preço injusto. Se você isolar suas funcionalidades e quiser comprar um equipamento para cada uma delas será necessário gastar pelo menos o dobro e ainda comprar uma mochila nova.

Outro ponto importante é a inevitável comparação com o iPhone 4. Se você não se importa de andar por aí com dois dispositivos, escolher o iPod Touch e manter seu celular irá representar uma economia de pelo menos 1000 reais. Lembrando que o iPod Touch 4G conta com um dos mais badalados recursos de seu primo com telefone, as chamadas por vídeo conferência FaceTime.

MusicApps sobre o iPod Touch 4G:

Construção e Durabilidade (5/5)
Facilidade de utilização: (5/5)
Portabilidade: (5/5)
Compatibilidade: (5/5)
Profissional: (5/5)
Preço: (5/5)
Geral: (5/5)

Conclusão e considerações finais:

Pela primeira vez estou dando 5 estrelas em um review e isto tem uma explicação. Para escrever este texto passei duas semanas inteiras testando o iPod Touch 4G para música. Testei mais de 30 aplicativos musicais no dispositivo, fiz todos os tipos de conexões possíveis (MIDI por cabo, MIDI sem fio, adaptadores de instrumento, etc) e tentei esgotar as possibilidade do iOS multitarefa. O que vi foi um equipamento rápido, estável e altamente útil como ferramenta musical.  Ele se tornou um controlador MIDI de bolso, o menor e mais leve simulador de amplificador e efeitos para guitarra e um companheiro musical para todo e qualquer momento chato de espera do dia.

Posso ter tido sorte, mas neste tempo não experimentei nenhum travamento de aplicativos, assim como não houve período de lentidão ou instabilidade no iOS. Tenho um iPhone 3G e colocá-los lado a lado foi cruel. O tempo de abertura de aplicativos, a velocidade de resposta para os comandos, tudo no iPod foi muito melhor.

Para quem está se perguntando “o iPad não seria melhor para trabalhar com música?”, acredito que a melhor resposta seria dizer que são dispositivos muito diferentes. O iPad é melhor para quem quer tocar um instrumento mais complexo diretamente na tela, com mais conforto. Ele também tem falantes muito mais potentes e de boa definição sonora, além de apresentar recursos que não estão disponíveis para iPods e iPhones, como a utilização do Apple Camera Connection Kit para realizar gravação de áudio via interfaces USB ou conectar equipamentos via MIDI USB.  Porém, tenho que confessar que estar com o iPad a todo momento não é assim tão simples. Apesar de ser muito mais portátil do que um notebook, ele não é tão leve e nem tão pequeno a ponto de caber em qualquer lugar. O iPod Touch é tão fino e leve que você pode passar longos períodos sem nem lembrar que está com ele no bolso.

Mas e o iPhone 4? É outra excelente opção, ideal para quem quer tudo isto e também um telefone no mesmo dispositivo. Porém, o iPhone 4 é até 1000 reais mais caro, maior e mais pesado. Todas as funcionalidades apresentadas aqui estarão presentes no iPhone 4.

Por fim, após tantos testes, concluí que para quem quer um dispositivo de muita mobilidade, compacto a ponto de ser carregado no bolso em todas as situações e versátil por aceitar uma série de acessórios que aumentam seu poder de fogo, o iPod Touch 4G é uma excelente opção de compra. Ele irá agradar a todo o público que deseja se envolver com música em dispositivos móveis. E o natal chegando é uma excelente oportunidade para “se dar” um de presente.

Confira as fotos do review:


Posts Relacionados

2 Comments

Leave A Response


× 2 = seis