Matérias, Notícias, iPad

Primeiras impressões e vídeo Korg iMS-20

Marcus Padrini novembro 10, 2010 7 Comments »

Depois do impacto do lançamento, pude enfim testar o Korg iMS-20 para iPad com mais calma e tentar explorar seus muitos recursos. Este post ainda não é um review, pois a resenha do aplicativo terá que ser muito mais completa.

As primeiras impressões do Korg iMS-20 foram as melhores possíveis. A primeira coisa que me chamou a atenção é a interface do app. Ele não se parece com nada já lançado para o iOS. Antes desta interface eu duvidaria que é possível colocar tantos controles e parâmetros na tela do iPad e preservar a usabilidade. O iMS-20 fez isto.

A resposta dos controles na tela é ótima. Usar os patch cords em tela multi-touch é uma diversão à parte. Timbrar com o iMS é uma experiência muito diferente, superior a de muitos VSTis.

O sintetizador é a reprodução do Korg MS20, então espere por um analógico monofônico. Nada de polifonia aqui.  Como companhia para o MS20, lá está uma drum machine poderosa e também um step sequencer muito simples de usar.

A qualidade dos timbres do iMS-20 é realmente impressionante. Dificilmente alguém poderia dizer só pelos timbres que este é um app de iPad e não um sntetizador real ou virtual para desktops.

Ok, mas ainda há oportunidades de melhoria. A mais evidente é a implementação MIDI. Trabalhar com o iMS-20 e um controlador seria fantástico. Porém, será que tal implementação é de interesse da Korg? É interessante para a empresa disponibilizar esta funcionalidade? Apenas o tempo irá dizer.

Vídeo da primeira brincadeira com o Korg iMS-20

Tem muito mais a ser explorado aí. O vídeo mostra apenas a segunda vez que usei o app e fui descobrindo boa parte das coisas na hora. Em breve review completo.


Posts Relacionados

7 Comments

Leave A Response


× cinco = 30