Guias e Tutoriais, Matérias, Notícias, iPad

iPad como instrumento musical e ferramenta de produção de áudio

Marcus Padrini julho 2, 2010 2 Comments »

Logo que comprei meu iPhone 3g tempos atrás, sendo músico, fiquei extremamente curioso sobre os apps(aplicativos) que prometiam simular instrumentos musicais, outros que pretendiam ser inovadores, dada a possibilidade do multi-touch, e alguns que se apresentavam como ferramentas para auxiliar na produção de áudio, profissionalmente. Antes de mais nada, uma breve apresentação. Sou tecladista há vários anos e sempre fui apaixonado por tecnologia, a ponto de atualmente utilizar apenas Instrumentos Virtuais (VSTis) rodando em um notebook para gravação de teclados e até mesmo em shows. No iPhone enxerguei uma nova possibilidade de controlar um instrumento musical, produzir som tocando na tela, algo realmente novo!

Fui então às compras e devo ter deixado pelo menos uns $100 na App Store (!) em muito pouco tempo. Tudo que eu lia o review e me interessava, eu baixava. Foram mais de 30 apps testados, das mais diversas finalidades. Porém, após muito testar, verifiquei que fazer música no iphone ainda seria uma opção apenas para os mais entusiastas no ramo, sem muita possibilidade de resultados verdadeiramente profissionais e com performance bastante limitada em função da pequena tela. Pior ainda foi a tentativa de alguns desenvolvedores de fazerem coisas verdadeiramente sem sentido. Numa tela pequena colocar um app que reproduz um piano de 88 teclas e falar que você vai se sentir com um piano no bolso?! Definitivamente não fui muito feliz com apps de instrumentos musicais no iPhone, com a exceção de dois: O Manetron e o NlogSynth. O primeiro é um simulador de mellotron, o segundo um sintetizador polifônico bastante completo, de boa tocabilidade e de qualidade sonora impressionante.

Quando começava a desistir desta nova possibilidade tecnológica para a música, surge o* iPad*! Com ele a certeza da solução de dois problemas: tela maior para tornar mais possível tocar qualquer instrumento, com certo conforto e boa dinâmica, e o processamento bem superior ao do iPhone 3G, permitindo o melhor funcionamento dos apps musicais já existentes, além de novas possibilidades de desenvolvimentos exclusivos para o tablet.

Teclas do Nlog Synth em comparação à teclas reais

Teclas do Nlog Synth no iPad em comparação às teclas reais

Adquiri o iPad 16gb Wi-fi, o mais simples da família, e não me arrependi nem por um segundo! Além de ser tudo o que já lemos em reviews, ele mostrou ser uma excelente nova possibilidade para músicos. Apps musicais que já eram bons no iPhone, ficaram simplesmente fantásticos no iPad. É o caso do Manetron e também do NlogSynth. Tocar instrumentos com teclas passou a ser uma tarefa mais humana na tela de 9,7 polegadas.

Instrumentos como o Bebot me chamaram a atenção por apresentarem uma nova proposta: notas acionadas por linhas verticais na tela do Ipad e a possibilidade de se movimentar de uma nota a outra deslizando, produzindo um efeito de glide (ou glissando) muito interessante. Este efeito sempre foi notório em guitarras, mas sempre bastante difícil (para não dizer impossível) de reproduzir com apenas um dedo em teclados de verdade. Além de tudo, o bebot permite a reprodução de várias notas ao mesmo tempo (polifônico). Gravei este vídeo tocando um solo clássico do Pink Floyd em “Dogs” utilizando o Bebot no iPad. Na gravação original foram utilizadas duas guitarras:

O Bebot porém, apesar de simpático, é extremamente limitado quanto à edição de timbres. Além disto, a carinha do robô cantando enquanto você toca pode não ser muito respeitada nos palcos por aí. E não há como remover o robô, é preciso aprender a conviver com ele. Recentemente foi lançada sua versão adaptada para o iPad.

Neste mês de junho, surge uma outra grande novidade: Jordan Rudess ataca novamente e agora é desenvolvedor de apps musicais para iPhones e iPads! Isso mesmo, o tecladista do Dream Theater que já apoiava a tecnologia gravando vários vídeos sobre estes apps e divulgando no youtube, além de utilizar o iPhone em shows da banda para alguns solos, agora se envolveu completamente com a idéia e auxiliou no desenvolvimento do MorphWiz para iPad. Trata-se de um sintetizador no estilo do Bebot, com linhas verticais para o acionamento de notas musicais e todas as outras possibilidades do aplicativo do robô cantante. Porém, Rudess resolveu transformar o Bebot em uma “experiência audiovisual”, mas mantendo o foco em oferecer um instrumento de verdade e com chances de produzir resultados bastante profissionais.

Neste mês de junho, surge uma outra grande novidade: Jordan Rudess ataca novamente e agora é desenvolvedor de apps musicais para iPhones e iPads! Isso mesmo, o tecladista do Dream Theater que já apoiava a tecnologia gravando vários vídeos sobre estes apps e divulgando no youtube, além de utilizar o iPhone em shows da banda para alguns solos, agora se envolveu completamente com a idéia e auxiliou no desenvolvimento do MorphWiz para iPad. Trata-se de um sintetizador no estilo do Bebot, com linhas verticais para o acionamento de notas musicais e todas as outras possibilidades do aplicativo do robô cantante. Porém, Rudess resolveu transformar o Bebot em uma “experiência audiovisual”, mas mantendo o foco em oferecer um instrumento de verdade e com chances de produzir resultados bastante profissionais.

Estou usando o MorphWiz há 3 dias e ainda estou impressionado com a tocabilidade e os diversos recursos! E o melhor é que você não precisa ser o Jordan Rudess para ter bons resultados. Um ser humano normal como eu conseguirá tocar melodias legais sem muito esforço.

Além dos instrumentos, vários apps para Ipad e Iphone são apresentados para auxiliar no processo de produção de áudio. São gravadores multipista, afinadores e, mais recentemente, controladores midi que atuam como superfícies de controle de softwares conhecidos para produção, como o Sonar e o Logic, ou mesmo como teclados virtuais para controlar instrumentos (virtuais ou não). Tudo utilizando rede WI-FI.

Se você é músico, curioso e gosta de tecnologia, o iPad pode ser para você muito mais que um tablet. Pode estar com você no estúdio, ensaios e ,por que não, na estrada!

Confira o guia com os melhores apps de Instrumentos Musicais para iPhone, iPad e iPod Touch escolhidos após a minha saga.


Posts Relacionados

2 Comments

Leave A Response


nove + = 11